PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 18 DE OUTUBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

09 DE MARÇO DE 2018

Uniap: de cada 100 pessoas com câncer 80 foram por tabaco e álcool


Maria de Lourdes e Bruna Pierri, da Uniap (Unidade de Apoio aos Portadores de Câncer de Piracicaba) participaram, ao vivo, do "Câmara Convida", nesta sexta-feira (9)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Sidney Jr (1 de 3) Salvar imagem em alta resolução

"Câmara Convida" trouxe nesta sexta-feira (9) representantes da Uniap (Unidade de Apoio aos Portadores de Câncer de Piracicaba). Atração foi exibida pela TV Câmara no horário do meio-dia

"Câmara Convida" trouxe nesta sexta-feira (9) representantes da Uniap (Unidade de Apoio aos Portadores de Câncer de Piracicaba). Atração foi exibida pela TV Câmara no horário do meio-dia
Foto: Sidney Jr (2 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Maria de Lourdes Vitorino, diretora da Uniap

Maria de Lourdes Vitorino, diretora da Uniap
Foto: Sidney Jr (3 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Bruna Pierri, assistente social da entidade

Bruna Pierri, assistente social da entidade
Foto: Sidney Jr Salvar imagem em alta resolução

"Câmara Convida" trouxe nesta sexta-feira (9) representantes da Uniap (Unidade de Apoio aos Portadores de Câncer de Piracicaba). Atração foi exibida pela TV Câmara no horário do meio-dia



De cada 100 pessoas portadoras de câncer, cerca de 70 a 80 delas desenvolveram a doença por serem viciadas em bebidas alcoólicas e cigarro. Os dados – preocupantes – foram apresentados pela assistente social Bruna Pierri e por Maria de Lourdes Vitorino, ambas funcionárias da Uniap (Unidade de Apoio aos Portadores de Câncer de Piracicaba). Elas participaram ao vivo do programa “Câmara Convida”, exibido pela TV Câmara, no início da tarde desta sexta-feira (9).

Quando o paciente vai até a Uniap ele já recebeu um diagnóstico de que está com câncer, explicou Bruna. “Ele já está sendo atendido por algum hospital e normalmente já está fazendo a radioterapia ou quimioterapia”. De acordo com ela, os pacientes da entidade – a maioria de Piracicaba (SP) e de baixo poder aquisitivo- recebem orientações psicológicas e nutricionais, fraldas geriátricas, cesta básica de alimentos além de suplementos alimentares.

Num levantamento feito com o público atendido, os cânceres de faringe, laringe, garganta, boca, estômago e intestino são os que predominam de acordo com pesquisa elaborada, na triagem, pela Uniap. “O cigarro e a bebida aceleram consideravelmente o processo de desenvolvimento do câncer”, reforçou Maria Vitorino.

Outra inovação colocada em prática pela instituição são as visitas em bairros carentes. O objetivo “é chegar antes que o problema aconteça”, destacou Maria Vitorino, alertando que a prevenção custa bem menos do que tratar uma pessoa, já com o câncer.

Existem, segundo as representantes da Uniap, muitas pessoas que fumam um ou dois cigarros por dia e acreditam estar imunes a algum tipo de câncer, “o que não é verdade, não acreditem nisso”, falou categoricamente a diretora da instituição.

A instituição foi fundada em 2003 e não cobra nenhum valor pelo atendimento oferecido à população. Constantemente são realizadas campanhas de venda de pizza para angariar fundos, contando ainda com um suporte de telemarketing.

A Uniap está localizada na rua Moraes Barros, 264, Centro. Outras informações pelo 3402-7029. Os municípios de Americana (SP) e Limeira (SP) também contam com sedes da Uniap.



Texto:  Marcelo Bandeira - MTB 33.121
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: Cidadania

Notícias relacionadas