PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

20 DE MARÇO DE 2017

Cidadão poderá aderir a abaixo-assinado a partir desta terça-feira


Praça José Bonifácio e Terminal Central de Integração terão postos para a coleta das assinaturas que serão enviadas ao Congresso Nacional contra a reforma da Previdência.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Campanha contra a reforma da Previdência foi lançada na Câmara na última sexta-feira


Os 29 sindicatos que integram o Conespi (Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba) deram início, nesta segunda-feira (20), à coleta de assinaturas, entre seus trabalhadores associados, para o documento que será enviado ao Congresso Nacional manifestando a posição contrária dos piracicabanos à intenção do governo Michel Temer (PMDB) de reformar a Previdência Social.

O abaixo-assinado foi lançado na última sexta-feira (17) junto com a campanha "Reforma da Previdência NÃO!", que a Câmara promove em parceria com o Conespi, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) 8ª Subsecção, o Colegiado das Lojas Maçônicas de Piracicaba e Região, o Conselho de Pastores de Piracicaba, o Sindireceita (Sindicato Nacional dos Analistas Tributários da Receita Federal), a Aojesp (Associação dos Oficiais de Justiça do Estado de São Paulo) e o Sindifisco Nacional.

Cidades da região já demonstraram interesse de endossar a mobilização. Vereadores de São Pedro que estiveram em Piracicaba no último sábado (18), para um encontro regional do PPS, sinalizaram a intenção de aderir ao movimento, enquanto Americana deve receber a visita do presidente da Câmara, Matheus Erler (PTB), para se juntar à iniciativa, após o vereador Guilherme Tiosso (PRP) vir prestigiar o lançamento da campanha.

NAS RUAS - A partir desta terça-feira (21), quem circular pela praça José Bonifácio e pelo Terminal Central de Integração também poderá preencher o abaixo-assinado. Voluntários estarão em pontos sinalizados, entregando panfletos e informando o cidadão sobre os riscos que a aposentadoria e os benefícios sociais correm caso a Proposta de Emenda à Constituição 287/2016 seja aprovada. Outros locais da cidade também terão coleta de assinaturas, conforme programação a ser divulgada ao longo da semana.

A ação nas ruas se soma à petição on-line contra a reforma da Previdência lançada no último dia 13 e que já conta com mais de 950 assinaturas. Disponível no site goo.gl/WPwC6H, o documento virtual também será encaminhado a deputados federais e senadores.

NA TV - A TV Câmara levará ao ar dois programas para debater a reforma da Previdência. Na próxima quinta-feira, às 14h, uma mesa-redonda analisará os efeitos que as mudanças propostas, caso aprovadas, terão na vida do trabalhador.

A atração, comandada por Luciano Jr., será semanal e terá na estreia, como convidados, o vereador Matheus Erler, o presidente do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região, José Antonio Fernandes Paiva, a advogada Silvia Helena Machuca, presidente da Comissão de Direito Previdenciário da OAB de Piracicaba, e o presidente da Aojesp (Associação dos Oficiais de Justiça do Estado de São Paulo), Mário Medeiros Neto.

Outro programa, com previsão de ir ao ar na próxima semana, terá como foco as consequências que a reforma da Previdência trará para categorias específicas de beneficiários. O tema da estreia abordará a aposentadoria especial para pessoas com deficiência, em painel a ser apresentado por especialistas na área.



Texto:  Comunicação


Tópicos: Reforma da Previdência

Notícias relacionadas