PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 24 DE JULHO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

17 DE MARÇO DE 2017

Ato na Câmara reforça 'não' à reforma da Previdência


Mais de uma centena de pessoas lotaram o plenário no lançamento da campanha contra a proposta do governo federal; coleta de assinaturas começa neste sábado.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (1 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (2 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (3 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (4 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (5 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (6 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (7 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (8 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (9 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (10 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (11 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (12 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (13 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (14 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (15 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (16 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (17 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (18 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (19 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (20 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (21 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (22 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (23 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (24 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (25 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (26 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (27 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (28 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (29 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (30 de 30) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução



Com fortes críticas ao governo Michel Temer (PMDB), o lançamento da campanha "Reforma da Previdência NÃO!" levou mais de uma centena de pessoas à Câmara de Vereadores de Piracicaba, na tarde desta sexta-feira (17). Diante de um plenário lotado, autoridades, representantes de entidades e lideranças sindicais apontaram os equívocos da Proposta de Emenda à Constituição que tramita no Congresso Nacional.

O presidente da Câmara de Vereadores de Piracicaba, Matheus Erler (PTB), chamou a proposta do governo federal de "reforma terrorista", defendeu a rejeição total do projeto ––inclusive se vier a receber emendas–– e criticou a administração Michel Temer por "nem ao menos debater o tema com a sociedade". "Rasgam a Constituição para beneficiar o caixa do governo", declarou.

Erler destacou o envolvimento de diferentes setores de Piracicaba na campanha e projetou que, com o início, neste sábado, da coleta de adesões ao abaixo-assinado que será remetido aos deputados federais e senadores, a mobilização ganhará dimensão ainda maior. "O quadro, até uma semana atrás, era um; hoje, ele se mostra completamente alterado, o que certamente reverberará no Congresso Nacional."

"Piracicaba hoje marca a história por demonstrar que é uma cidade que luta a favor dos trabalhadores, não somente os da geração atual como também os da que virá a ter direito à aposentadoria. Não me lembro, nos últimos anos, de um movimento como este, em que estamos reunindo tantas autoridades para poder discutir a Previdência Social", comentou Erler.

Ex-vereador e presidente do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região, José Antonio Fernandes Paiva defendeu o arquivamento da PEC e convocou a população a aderir ao abaixo-assinado para pressionar o Congresso Nacional. "A assinatura é um ato de conscientização", afirmou Paiva, que elogiou o evento promovido pelo Legislativo municipal. "Esta Câmara me representa", enfatizou.

Jefferson Goularte, presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Piracicaba, disse que "estar na campanha é uma obrigação social" da entidade. O advogado ressaltou que o comando nacional da OAB "já se posicionou contra a reforma da Previdência" e disse que as mudanças propostas pelo governo federal serão tema de debate na subsecção local.

Presidente do Conespi, Francisco Pinto Filho defendeu ser necessário "conscientizar a todos" do momento vivido pelo país, em que "os ataques ao movimento sindical têm sido muito fortes". Chiquinho vê interesses de instituições financeiros na proposta apresentada pelo governo Michel Temer. "O que está por trás de tudo é entregar a Previdência Social ao fundos privados".

O vereador André Bandeira (PSDB) afirmou esperar que a mobilização verificada em Piracicaba "se estenda a todo o país". Ele pregou a necessidade de a população pressionar deputados e senadores a votarem contra a PEC, a qual, como ressaltou o parlamentar, atinge benefícios sociais hoje pagos às pessoas com deficiência.

Também participaram do lançamento da campanha os vereadores Aldisa Marques, o Paraná (PPS), Lair Braga (SD), Marcos Abdala (PRB), Paulo Campos (PSD), Paulo Henrique Paranhos Ribeiro (PRB), Rerlison Rezende (PSDB) e Wagner Oliveira (PHS), a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Eliete Nunes, presidente da Emdhap, João Manoel dos Santos, e o vereador de Americana (SP) Guilherme Tiosso (PRP).

SAIBA MAIS - Lançada oficialmente nesta sexta-feira (17), a campanha "Reforma da Previdência NÃO!" coletará adesões para o abaixo-assinado que será enviado ao Congresso Nacional, onde tramita a Proposta de Emenda à Constituição 287/2016. A partir deste sábado (17), voluntários estarão em pontos de grande circulação de pessoas recolhendo assinaturas para o documento.

Outra forma de manifestar apoio à campanha é assinando a petição on-line contra a reforma da Previdência, que também será encaminhada a deputados federais e senadores. Para isso, basta acessar o site goo.gl/WPwC6H e informar nome completo e um endereço de e-mail. Lançada na última segunda-feira (13), a petição já conta com cerca de 900 assinaturas.

A campanha Reforma da Previdência NÃO!" tem como parceiros o Conespi (Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba), a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) 8ª Subsecção, o Colegiado das Lojas Maçônicas de Piracicaba e Região, o Conselho de Pastores de Piracicaba, o Sindireceita (Sindicato Nacional dos Analistas Tributários da Receita Federal), a Aojesp (Associação dos Oficiais de Justiça do Estado de São Paulo) e o Sindifisco Nacional.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: Reforma da Previdência

Notícias relacionadas