PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 26 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

19 DE MARÇO DE 2019

Fórum de Arborização Urbana aproxima poder público e sociedade


Aprovado durante a 12ª reunião ordinária, na noite desta segunda-feira (18), espaço permanente debaterá ações voltadas à preservação e diversificação de espécies



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

PDL 67/2018 foi aprovado durante a 12ª reunião ordinária



O Fórum Permanente de Arborização Urbana aproximará representantes do poder público e da sociedade, tanto de entidades que atuam pela preservação do meio ambiente quanto por universidades. Instituído na Câmara de Vereadores de Piracicaba na segunda-feira (18), quando o projeto de decreto legislativo 67/2018 foi aprovado na 12ª reunião ordinária, o espaço debaterá ações voltadas à preservação e diversificação de espécies na cidade. 

A propositura foi apresentada pelos vereadores Nancy Thame (PSDB), Carlos Gomes da Silva, o Capitão Gomes (PP), Lair Braga (SD) e Laércio Trevisan Jr. (PR). 

A composição do Fórum possibilitará o diálogo entre representantes da Prefeitura, já que prevê servidores do Ipplap (Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba) e de secretarias municipais (de Defesa do Meio Ambiente, Sedema, e de Obras, Semob), de membros dos conselhos municipais da Cidade e de Defesa do Meio Ambiente (Comdema) e do GMEA (Grupo Multidisciplinar de Educação Ambiental), da Secretaria de Educação. 

Também estarão integrantes de entidades que desenvolvam ações relacionadas a planos de arborização, de profissionais de Engenharia, Agronomia e Meio Ambiente, e de Arquitetura e Urbanismo, assim como do cursos de Engenharia Florestal, Engenharia Agronômica e Gestão Ambiental da Esalq (Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”) e do curso de Engenharia Ambiental da EEP (Escola de Engenharia de Piracicaba). 

O Fórum terá, ainda, representante da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz), por conta dos pedidos cotidianos em torno da necessidade de poda e corte de árvores para preservação do sistema de distribuição de energia. 

A finalidade do Fórum, conforme institui o PDL, é incentivar a conexão de segmentos e setores público, privado, acadêmico, sindicais (patronais e de trabalhadores), organizações, assim como terceiro setor e população com o objetivo de propor e monitorar metas que tenham em vista o plano de manejo de arborização. 

Na justificativa do PDL, os autores ressaltam o papel das árvores no meio urbano, “sobretudo como um dos componentes fundamentais na regulação do clima, na manutenção da qualidade do ar e na promoção da saúde e do bem-estar humano, com sua respectiva influência na qualidade de vida da população”. 

O Fórum defende os efeitos da arborização urbana nos aspectos ecossistêmicos, por incrementar a permeabilidade dos espaços à flora e fauna locais, que se beneficiam de nutrientes, recursos alimentares e dos locais para abrigo e nidificação, o que contribui para reduzir os impactos da expansão sobre a biodiversidade. Também ajuda a reduzir as “ilhas de calor”, fenômeno climático que consiste na elevação da temperatura por conta da urbanização.



Texto:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: Meio AmbienteCarlos Gomes da SilvaLaércio Trevisan JrLair BragaNancy Thame

Notícias relacionadas