PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 27 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

07 DE MARÇO DE 2019

Câmara promove solenidade pelo Dia Internacional e Semana da Mulher


O evento acontece nesta sexta (8), 19h00, salão nobre Helly de Campos Melges, rua Alferes José Caetano, 834, por iniciativa das vereadoras Nancy Thame e Coronel Adriana



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Sidney Jr Salvar imagem em alta resolução

Câmara promove solenidade pelo Dia Internacional e Semana da Mulher



A Câmara de Vereadores de Piracicaba promove reunião solene em comemoração ao Dia Internacional da Mulher (8) e Semana da Mulher (4 a 9), em conformidade com o requerimento 50/2019, por iniciativas das vereadoras Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (PPS) e Nancy Thame (PSDB).
 
A solenidade acontece no salão nobre “Prof. Helly de Campos Melges”, nesta sexta-feira (8), a partir das 19h00. Os trabalhos legislativos são transmitidos pela TV Câmara, nos canais 8 da NET, 9 da Vivo e 60.4 em sinal digital. Também podem ser acompanhados nas redes sociais, Facebook e YouTube, e no www.camarapiracicaba.sp.gov.br, onde também é possível acessar a Rádio Web.
 
Nove cidadãs, que se destacam em seus mais variados afazeres e atuação profissional serão contempladas na solenidade: Laura Maria Pires de Queiroz, Leda Maria Lacerda Zinsly, Maria Helena Fuzato Bonin, Shunhiti Torigoi, Odila Fuzeti Guidotti, Raimunda Otaviana dos Santos, Rossana Aparecida Cyriaco Gomes da Silva, Sônia Pateis de França e Walterly Moretti Accorsi.   
 
O Dia Internacional da Mulher foi instituído em Piracicaba pelo decreto legislativo 02/1998, de autoria do ex-vereador, João Manoel dos Santos (PTB). Já a Semana da Mulher foi criada pelo decreto legislativo 01/2009, de autoria do ex-vereador José Antonio Fernandes Paiva, em atividades que transcorrem anualmente, de quatro a nove de março.
 
HISTÓRIA - O dia 8 de março é o resultado de uma série de fatos, lutas e reivindicações das mulheres (principalmente nos EUA e Europa) por melhores condições de trabalho e direitos sociais e políticos, que tiveram início na segunda metade do século XIX e se estenderam até as primeiras décadas do século XX.
 
No dia 8 de março de 1857, trabalhadores de uma indústria têxtil de Nova Iorque fizerem greve por melhores condições de trabalho e igualdades de direitos trabalhistas para as mulheres. O movimento foi reprimido com violência pela polícia.
 
Em 8 de março de 1908, trabalhadoras do comércio de agulhas de Nova Iorque, fizeram uma manifestação para lembrar o movimento de 1857 e exigir o voto feminino e fim do trabalho infantil. Este movimento também foi reprimido pela polícia.
 
No dia 25 de março de 1911, cerca de 145 trabalhadores (maioria mulheres) morreram queimados num incêndio numa fábrica de tecidos em Nova Iorque. As mortes ocorreram em função das precárias condições de segurança no local. Como reação, o fato trágico provocou várias mudanças nas leis trabalhistas e de segurança de trabalho, gerando melhores condições para os trabalhadores norte-americanos.
 


Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: MulherAdriana NunesNancy Thame

Notícias relacionadas