PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 19 DE ABRIL DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

15 DE MARÇO DE 2019

Semae: após envio de denúncias pela Câmara, prefeito toma providências


Despacho do prefeito Barjas Negri foi enviado ao presidente Gilmar Rotta



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Lucas do Nascimento Machado Salvar imagem em alta resolução

Presidente quer saber posicionamento da prefeitura sobre as questões e também os encaminhamentos internos adotados pelo Executivo.



O presidente da Câmara, vereador Gilmar Rotta (MDB), recebeu cópia do despacho do prefeito Barjas Negri (PSDB), sobre o pedido de que sejam apuradas as denúncias apresentadas em 28 de fevereiro na Tribuna Popular do legislativo píracicabano pelos servidores Ana Paula Classere e José Carlos Magazine, que atuam no Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto). O ofício da Casa seguiu para o Executivo na quarta-feira (13), sendo que a resposta retornou ao presidente na mesma data. Além disso, o CCS (Centro de Comunicação Social) da Prefeitura emitiu uma nota, postada no site oficial nesta quinta (14).

Segundo o CCS, o prefeito já havia se manifestado anteriormente ao presidente da autarquia, José Rubens Françoso. Como o pedido foi ratificado pelo presidente da Câmara, Barjas, ao receber o documento, despachou de imediato ao Semae, "para que proceda a apuração por meio de instrumentos administrativos pertinentes, como uma sindicância", diz o texto do CCS.

Ainda de acordo com o CCS, o presidente do Semae, José Rubens Françoso, já vinha preparando respostas com relação a eventuais insatisfações dos servidores que foram relatadas na Câmara. O CCS diz que José Rubens informou que já havia conversado com o presidente Gilmar, que explicou a preocupação do Legislativo e assumiu o compromisso de manter as reportagens e os vídeos para o Semae. 

Sobre a apuração, José Rubens disse que pedirá a apuração dos fatos por uma comissão de sindicância, para que não somente a Câmara, mas que toda população tenha respostas aos questionamentos que foram apresentados. “Faremos tudo isso com muita responsabilidade, ética e transparência”, garantiu o presidente do Semae, via nota do CCS.

RELEMBRE -- Ao ocupar a Tribuna Popular da Câmara, Ana Paula Classere relatou ameaças e perseguições aos servidores do Semae. “Os funcionários não estão tendo condições de trabalhar. Somos um grupo de 10 servidores que decidiu denunciar e já está tendo perseguição. O (José) Rubens (Françoso) não aceita conversa com a gente, ele é prepotente”, disse ela, na ocasião.

Na mesma data, o também funcionário da autarquia, José Carlos Magazine, reclamou de sucateamento da frota de veículos e de uma suposta atuação deliberada para prejudicar o Semae com a intenção de privatizá-lo. Ele também relatou retaliação e uma fraude que envolveria a autarquia e a empresa Águas do Mirante. “Tem 13 mil ordens de serviço sobre ligações clandestinas a serem verificadas”, disse.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: CâmaraGilmar Rotta

Notícias relacionadas