PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 21 DE SETEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

30 DE MAIO DE 2018

Renovação de contrato de xerox é feita com economia de R$ 65 mil


Termo aditivo ao contrato tem valor 8,6% menor do que o do ano passado



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Procedimento faz parte das medidas de economia adotadas pela Casa



A Câmara de Vereadores de Piracicaba economizou R$ 65.764,63 com a renovação de um contrato para prestação de serviços terceirizados de reprografia, encadernação, plastificação e plotagem, com fornecimento de mão de obra, equipamentos e insumos, para atender os gabinetes e departamentos pelo período de um ano.

As mudanças fazem parte de um trabalho mais amplo, desenvolvido desde setembro do ano passado, quando a Câmara começou um levantamento de todos os contratos em vigência e em quais casos seriam possíveis aplicar economia. Mesmo com a redução, a Mesa Diretora estuda alteração quanto ao número de cópias disponíveis por gabinete sem reajuste no valor do contrato.

No caso do xerox, a constatação foi a de que a direção anterior do Departamento Administrativo e Financeiro não fazia a gestão do volume de cópias e que alguns gabinetes utilizavam além do permitido (2.700 cópias por mês), sendo que o gasto excedente era computado nas planilhas dos departamentos, o que não ocorre agora, tendo cada vereador que se organizar a partir da cota permitida e solicitar via ofício justificado à presidência da Casa a necessidade de cópias excedentes.

A contratação se deu por meio do pregão presencial 7/2017, de maio do ano passado, com vigência de 12 meses. A empresa vencedora do certame foi a Xerografia Informática Ltda. EPP, de Valinhos, responsável também por serviços como locação de software e bilhetagem, captação e gerenciamento de documentos.

Em 18 de maio, o Departamento Administrativo Financeiro firmou o termo aditivo 1 ao contrato, pelo período de 12 meses, com valor 8,6% menor do que o do ano passado, mesmo com a aplicação de correção pelo índice INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Com isso, o valor final – correspondente aos 12 meses – fechou em R$ 730.810,37, dividido em parcelas mensais de R$ 60.900,86 (o que era de R$ 796.575,00 por ano e R$ 66.381,25/mês).

Na renovação do contrato, são citadas as medidas de economia adotadas pela Casa e, em virtude disso, a supressão da quantidade de cópias preto e branco de 206 mil para 184.600. O mesmo documento também atesta a necessidade de três operadores de xerox para a prestação dos serviços (e não cinco, como no ano anterior), algo identificado conforme o andamento dos trabalhos. Além disso, o aditivo previu a inclusão de duas máquinas impressoras, do tipo laser monocromática A4 para atender as atividades da Escola do Legislativo.

Sobre a redução de cópias e impressões preto e branco de 206 mil para 184.600, houve um estudo dos serviços realizados nos últimos 12 meses e foi identificado que a previsão era de mais cópias do que o necessário. O mesmo levantamento identificou que as reproduções coloridas estavam dentro das necessidades (12 mil cópias e impressões/ano). “A partir do ajuste – negociado com a empresa – foi possível manter hoje o número real das cópias efetivamente utilizadas, sem deixar de suprir a demanda dos gabinetes e departamentos”, diz o presidente da Câmara, vereador Matheus Erler (PTB).



Texto:  Comunicação
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: Câmara

Notícias relacionadas