PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 19 DE SETEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

14 DE SETEMBRO DE 2018

Professor comenta sobre educação e assédio moral


Florindo Carlos Giraldi ocupou a Tribuna Popular da Câmara



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Pronunciamento ocorreu na 52ª reunião ordinária




Ocupou a Tribuna Popular da Câmara de Vereadores de Piracicaba nesta quinta-feira (13), na 52ª reunião ordinária, o munícipe Florindo Carlos Giraldi, que se inscreveu para falar sobre educação e assédio moral. Ele comentou sobre um pedido que fez em 2013 para uma vaga na Escola de Tempo Integral. A modalidade é "colírio nos olhos de quem participa do partido do governo", disse ele, ao explicar que os contemplados recebem 75% a mais no salário.

Professor de educação física readeptado para a sala de leitura, ele disse que passou por 15 cateterismos, 7 angioplastias, uma cirurgia revascularização, entre outros problemas, que somaram 212 dias no hospital entre idas e vindas, com 35 paradas cardíacas. "O meu prontuário tem 1,5 metro", informou ele, que reclamou de não ter conquistadio a readaptação para a Escola de Tempo Integral. "Fui afastado e passei a receber 55% a menos", disse.

"O professor, hoje, é um abnegado", declarou Giraldi, que desenvolve na região de Santa Teresinha o projeto Esporte é Vida.

Giraldi disse ainda que o momento é de reestruturação dos partidos políticos, diante de um momento em que todo cidadão deve buscar o que acontece no seu redor. "Muita gente se preocupa com presidente, com prefeito, com os cargos lá "de cima", mas se esquecem que as questões no município passam pela Câmara. "O vereador tem um papel muito importante na vida da população."



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: Tribuna Popular

Notícias relacionadas