PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 22 DE MARÇO DE 2019 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

19 DE FEVEREIRO DE 2019

Munícipe defende aplicativo para denunciar vazamento de água


José Carlos Lopes de Souza abordou ainda necessidade de melhoria do antigo anel viário



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Ele defendeu união de prefeito, vereadores e deputados, independente de "placa partidária"






A criação de um aplicativo de celular como forma de possibilitar maior agilidade na resolução dos vazamentos de água foi defendida pelo munícipe José Carlos Lopes de Souza, que ocupou a Tribuna Popular da Câmara nesta segunda-feira (18), na 5ª reunião ordinária. 

Souza exibiu uma sequência de fotografias sobre vazamento de água na rua Monte Evereste, localizada no bairro de Vila Cristina, que ocorre há 25 dias. "A Monte Evereste está jorrando água para fora, enquanto o nosso povo está com falta de água. Isso é inaceitável", disse. O aplicativo, segundo ele, permitiria que a população enviasse ao Semae vídeos com os problemas.

Souza definiu a água como elemento precioso. Na sequência, relatou os pedidos de explicação da população sobre a falta de abastecimento. Ele também reclamou do aumento nas contas residenciais.

Problemas nas áreas de infraestrutura urbana foram abordados. Entre as reclamações de Souza esteve o antigo anel viário da cidade, na rodovia Laércio Corte (SP-127), entre Piracicaba e Limeira.

Segundo o munícipe, o ex-governador Geraldo Alckmin prometeu, em 2016, R$ 19 milhões para melhoria. "Estamos há dois anos e oito meses, e a situação continua pior do que estava: muitos buracos, tem uma placa que o mato tomou e não tem visibilidade nenhuma. Pedimos apoio dos vereadores, do prefeito, que encaminhe e reveja esses 19 milhões anunciados pelo ex-governador", declarou.

Para Souza, esta deve ser uma luta que independe de bandeira partidária. Ele citou os nomes dos deputados estaduais eleitos pela cidade e apelou pelo apoio de cada um. "Vamos fazer o melhor pela cidade e pelo novo povo", disse.

Ao classificar o rio Piracicaba como "nossa maior alegria", Souza lamentou o esgoto despejado irregularmente. "Não tem fiscalização, não têm os devidos fiscais, pessoas que têm a competência para analisar um projeto e uma obra? Falta um pouco mais de respeito e educação à nossa cidade e ao nosso município."



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: Tribuna Popular

Notícias relacionadas