PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

11 DE OUTUBRO DE 2017

Vereadores acompanham solenidade do 10º BPM/I


Moção de aplausos e reconhecimentos à categoria marcaram evento na manhã desta quarta-feira



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (1 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (3 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (4 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (5 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (6 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (7 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (8 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (9 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (10 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (11 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (12 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (13 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (14 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (15 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (16 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (17 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (18 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (19 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (20 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (21 de 21) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Na manhã desta quarta-feira, 11, o 10º BPM/I (Batalhão da Polícia Militar do Interior) promoveu no Salão Nobre Helly de Campos Melges a Solenidade de Valorização Policial Militar. Além das homenagens aos profissionais, houve entrega de moção de aplausos ao tenente coronel Willians de Cerqueira Leite Martins pelo vereador André Bandeira (PSDB), segundo secretário da Mesa Diretora da Câmara. O ato foi acompanhado ainda pelo primeiro secretário Pedro Kawai (PSDB) e por Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (PPS).

Para Kawai, o sentimento que a sociedade deve ter é o de gratidão no que se refere ao empenho das autoridades policiais no município. “São homens e mulheres que deixam suas famílias e casas para defender pessoas que eles nem conhecem”, declarou o parlamentar, citando que a solenidade reforça ainda uma segunda característica fundamental para a humanidade: o reconhecimento aos que fazem o bem, se dedicam e se destacam. “É fundamental para que a gratidão seja de coração.”

Durante a solenidade, o vereador André Bandeira concedeu a moção de aplausos 134/2017, recebida pelo tenente coronel Willians de Cerqueira Leite Martins, comandante do 10º BPM/I.

Segundo o vereador, a moção é direcionada a todos os profissionais da área de segurança que desenvolvem um trabalho em prol de Piracicaba no dia a dia. “É uma homenagem tanto de mérito pessoal, ao tenente coronel, quanto a todo o 10º BPM/I”, lembrou André, que na sequência citou a necessidade de melhorias, assunto cobrado por ele ao governador do Estado, Geraldo Alckmin, em visita à Esalq, nesta terça-feira, 10. “A nossa estrutura precisa mudar urgentemente, para que deixemos de ser o país da impunidade”.

Cerqueira Leite disse estender a moção a cada um dos componentes do 10º BPM/I. E recomendou aos profissionais que tenham “uma vida simples e busquem o equilíbrio, que harmoniza a vida e a torna com menos tribulações. Equilíbrio necessário para prestar um bom serviço”.

No texto da moção, Bandeira disse que o reconhecimento ao tenente coronel ocorre em virtude do controle dos índices criminais na cidade em vários períodos e o Grau Prata conquistado no Prêmio Polícia Militar de Qualidade, via programa São Paulo Contra o Crime.

A moção de Bandeira também teve como referência cinco ações positivas recentes do BPM/I na cidade. Itens como a 1ª Corrida da Vida, que a Santa Casa de Misericórdia de Piracicaba realizou em 17 de setembro com o apoio da Polícia Militar, por meio das esquipes de policiamento de bicicleta, Rocam, Rádio Patrulhamento e Helicóptero Águia.

Ele também lembrou a prisão de 23 quilos de explosivos na rodovia Luiz de Queiroz, em 28 de junho; o salvamento de uma criança recém-nascida que estava engasgada, em 16 de agosto; a homenagem a sete policiais da Força Tática na Assembleia Legislativa, também em agosto, que receberam a Medalha Jubileu de Prata da Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz; e o projeto-piloto Amigos do Tatame, lançado em 12 de agosto.

MAIS HOMENAGENS – Como acontece a cada mês, o 10º BPM/I reconhece um profissional que passou à inatividade e, desta vez, o escolhido foi o segundo tenente Anderson Joel Domingues. Além disso, o cabo Antonio Marcos Moura recebeu a homenagem como policial do mês. Pelas ocorrências de destaque, foram enaltecidos o primeiro sargento Flávio Luiz Terrabuio, o cabo José Volpato Filho e o cabo Rogelio Anderson Valdivieso.

A cerimônia é marcada pela entrega de láureas de mérito pessoais, instituídas em 1974 e entregues aos profissionais que se destacaram no exercício de suas funções. Em 5º grau (bronze) os nomes foram os soldados Luiz Paulo Grigolin, Andrey Keven Dias Moreira, Luiz Antonio Marques dos Santos Júnior, Mateus Prado da Silva e Diogo Vitor Cobra; em 4º grau: cabo Rafael Duarte Falcão e soldados Pablo Soares de Oliveira e Geuffrey Santos de Carvalho; em 2º grau (ouro): soldado Marco Aurélio Torres; e em 1º grau (cores do Estado em esmalte): primeiro tenente Sol Magnus Nascimento Dalfior dos Reys.

A vereadora Coronel Adriana criticou projeto que tramita na Câmara dos Deputados sobre a Lei de Execuções Penais. Ela acredita que as medidas vão contra as expectativas dos policiais militares e que adotam o discurso de melhorar a ressocialização dos presos. “Precisamos nos articular e evitar que esta lei seja aprovada. Pedi isso ontem ao governador”, disse, sobre a visita de Alckmin à Esalq. “O criminoso será tratado com os direitos de cidadania, enquanto hoje, uma das premissas da pena, é que o preso perca a cidadania após a condenação”, completou.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Tópicos: SegurançaAndré BandeiraPedro KawaiAdriana Nunes

Notícias relacionadas