PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 18 DE OUTUBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

14 DE MARÇO DE 2018

Kawai visita o Centro Pop, de acolhimento à população de rua


Parlamentar conversou com a coordenadora do espaço, localizado na rua Voluntários de Piracicaba, no Centro



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Sidney Jr (1 de 5) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Sidney Jr (2 de 5) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Sidney Jr (3 de 5) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Sidney Jr (4 de 5) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Sidney Jr (5 de 5) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Sidney Jr Salvar imagem em alta resolução


Após o Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil entrar em vigor, o poder público tem buscado mecanismos para se adequar, mas o impacto em algumas áreas tem sido inevitável, entre elas na assistência social. Em Piracicaba, o Centro Pop (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua) é um desses exemplos e, desde o início do ano teve que reduzir o seu horário de funcionamento e restringir algums serviços. Na manhã desta quarta-feira (14), o vereador Pedro Kawai (PSDB) conversou com a coordenadora do espaço, Solange Spironello.

Até o ano passado, o horário de funcionamento era das 8h às 17h, reduzido, a partir de 26 de dezembro, das 8h às 14h. Além disso, não há mais o trabalho de terapeuta ocupacional, agente social para a triagem dos atendimentos e de funcionários para as funções administrativas, monitoria, cozinha e limpeza. Até o ano passado, estes cargos eram de responsabilidade do Lar Betel. No entanto, com a necessidade de colocar em prática o que estabelece o Marco Regulatório, a única alternativa é gestão exclusiva dos órgãos públicos, logo a necessidade de contratação via concurso público.

"O atendimento que é feito, hoje, é emergencial. Eles tomam café, banho, lavam as roupas e passam uma parte do dia assistindo a TV. Em algumas questões pontuais, conseguimos orientar, mas são as situações mais graves", disse Solange, que comentou das necessidades do Centro Pop ao vereador junto da assistente social Anelise Guastalli. Por se tratar de atendimento à população em situação de rua, o atendimento é flutuante, explicou Solange. Na última terça-feira (13) foram atendidas 34 pessoas no café e banho. Em fevereiro foram 151 atendimentos.

Segundo Solange, os moradores se articularam para o retorno do horário de atendimento e chegaram a conquistar 140 adesões em abaixo-assinado, já entregue à prefeitura. O vereador Pedro Kawai destacou a importância dos serviços do Centro Pop e disse que irá buscar diálogo no Executivo com os responsáveis pelo assunto, para saber de a possibilidade de melhoria no atendimento.

O Centro Pop funciona na rua Voluntários de Piracicaba, 815, no Centro. Segundo a Semdes (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social), sua finalidade é a de assegurar serviço especializado às pessoas que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivência, com atividades direcionadas para o desenvolvimento de sociabilidades, resgate, fortalecimento ou construção de vínculos interpessoais e/ou familiares, construção de outros projetos e trajetórias de vida, que viabilizem o processo gradativo de saída da situação de rua. 



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: CidadaniaPedro Kawai

Notícias relacionadas