PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 22 DE NOVEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

03 DE OUTUBRO DE 2017

Agricultores darão nome a estradas no bairro Monte Branco


Projetos de lei 142 e 155/2017, de Wagnão, foram aprovados na reunião ordinária desta segunda-feira.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Wagnão é autor dos PLs, aprovados na 56ª reunião ordinária, que homenageiam agricultores


De autoria do vereador Wagner Alexandre de Oliveira, o Wagnão (PHS), os projetos de lei 142 e 155/2017, que denominam duas estradas no bairro Monte Branco, foram aprovados na 56ª reunião ordinária, realizada nesta segunda-feira (2).

O primeiro projeto de lei denomina de "Aniceto Cogo" a estrada PIR-017W. Já o segundo dá o nome de "Fortunato Dias de Campos" à estrada PIR-18/260.

PL 142/2017 - Aniceto Cogo nasceu em Piracicaba, em 7 de novembro de 1928. Era filho de Pedro Cogo e Fiorinda Theodoro. Trabalhou desde a adolescência na lavoura, junto com seu pai, e continuou a exercer atividade agrícola na Fazenda Boa Vista após os 19 anos.

Casado com Edwiges Marquesin Cogo e pai de Pedro Luís, Ademar José, Antônio Roberto, Maria Cristina e Eliane Regina, Aniceto cuidou dos quatro filhos da cunhada dele, que morreu.

"Apesar de todas as dificuldades, sempre reservou um tempo no seu dia a dia para ajudar a comunidade em que viveu, prestando serviços voluntários em prol da igreja e em festas beneficentes e ajudando as pessoas necessitadas", destaca Wagnão.

Aniceto morreu em 19 de julho de 1986, aos 57 anos.

PL 155/2017 - Fortunato Dias de Campos nasceu em 4 de outubro de 1927, em Laranjal Paulista (SP). Era filho dos agricultores Antônio Dias Fidelis e Joana Maria de Campos.

Casou-se com Regina Stella de Campos, com quem teve cinco filhos: Dulce, Aparecida Célia, Dirceu Antônio, Jorge Lázaro e José Carlos. Em 1957, adquiriu uma propriedade no bairro Monte Branco, em Piracicaba, onde explorava o setor agropecuário.

No mesmo período, a estrada PIR-18/260 era apenas um caminho usado por tropeiros levando boiada e carroças. Com o passar do tempo e o aumento da vizinhança, a estrada foi tomando forma, principalmente pela passagem da energia elétrica, para dar acesso ao bairro Três Marias —trecho chamado de "estrada da força".

Fortunato morreu em 2 de fevereiro de 2007, aos 80 anos.



Texto:  Lucas Lima
Supervisão:  Ricardo Vasques - MTB 49.918


Tópicos: LegislativoWagner Oliveira

Notícias relacionadas