PIRACICABA, SÁBADO, 25 DE MAIO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

08 DE FEVEREIRO DE 2019

Reunião tem explicações do presidente do Semae e 68 matérias aprovadas


Por 52 minutos, José Rubens Françoso falou sobre os motivos de interrupções no abastecimento de água na cidade e ouviu questionamentos de vereadores.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Vereadores reunidos no plenário "Francisco Antonio Coelho", na noite desta quinta-feira






Por 52 minutos ––numa soma do tempo do primeiro expediente, que foi suspenso, ao do intervalo regimental––, o presidente do Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto), José Rubens Françoso, forneceu explicações para as interrupções recentes no abastecimento de água em Piracicaba, em participação na reunião ordinária desta quinta-feira (7).

Françoso listou em ordem cronológica os episódios de falhas que vêm ocorrendo no serviço desde 24 de dezembro do ano passado e apontou as causas de cada um, que englobam rompimento de adutoras, queima de bombas, manutenção em cabine de energia, obras na rede e suspensão temporária da captação devido ao alto nível de turbidez da água.

O presidente do Semae afirmou que a vazão dos rios Corumbataí e Piracicaba é suficiente para o abastecimento da cidade, negou que equipamentos como bombas e motores estejam sucateados e condicionou a melhora no fornecimento de água para "pontos nevrálgicos" do município à expansão do número de adutoras. "O que falta em Piracicaba são adutoras para levar água a esses pontos", declarou.

Françoso também falou do plano de controle de perdas na rede, atacou as ligações clandestinas e defendeu ações para a preservação do rio Corumbataí. Sobre os reajustes nas contas de água, alvo de perguntas de Laercio Trevisan Jr. (PR), o presidente do Semae disse que responderá sobre o tema se abordado na audiência pública que a Câmara realizará no próximo dia 20, às 19h30.

Também fizeram questionamentos a Françoso os vereadores Lair Braga (SD), sobre a possibilidade de compra de geradores para o caso de quedas de energia, e Marcos Abdala (PRB) e Osvaldo Schiavolin, o Tozão (PSDB), sobre a entrada de ar na tubulação.

Na sequência, a pauta da Ordem do Dia teve três projetos de lei aprovados em primeira discussão e 65 requerimentos em discussão única. Outros quatro requerimentos foram retirados pelos autores (os de número 24, 28, 29 e 62/2019).

O vereador Laércio Trevisan Jr. (PR) entregou a moção de aplausos 182/2018 ao Juizado Especial Criminal de Piracicaba, e Wilsn Trindade e Luiz Américo Chittolina ocuparam a Tribuna Popular para falar, respectivamente, de projetos para o esporte e de políticas públicas para animais.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: Legislativo

Notícias relacionadas