PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 19 DE NOVEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

26 DE OUTUBRO DE 2018

Paulo Henrique destaca 10 anos de luta contra a pedofilia


O parlamentar concedeu entrevista ao Programa Primeiro Tempo, da TV Câmara, na noite de ontem (25)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (1 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Paulo Henrique destaca 10 anos de luta contra a pedofilia

Paulo Henrique destaca 10 anos de luta contra a pedofilia
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (2 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Paulo Henrique destaca 10 anos de luta contra a pedofilia

Paulo Henrique destaca 10 anos de luta contra a pedofilia
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Paulo Henrique destaca 10 anos de luta contra a pedofilia






O vereador Paulo Henrique Paranhos Ribeiro (PRB), em conversa com o jornalista Martim Vieira, no Programa Primeiro Tempo, da TV Câmara, na noite de ontem (25), por ocasião da 64ª reunião ordinária destacou os 10 anos de luta contra a pedofilia, sendo que mesmo com campanhas de prevenção, de orientação nas escolas e nas ruas, "nós vemos ainda casos absurdos acontecendo, a exemplo do que ocorreu estes dias passados, no dia da eleição quando uma criança, um menino, de 8 anos, chega aos pais e fala que está grávido, que vai ter um filho, sendo que foi o vizinho que estuprou a criança. São coisas que a gente não acredita, mas infelizmente acontecem e, isso dentro da família", disse.
 
Paulo Henrique também lembrou de outro caso nesta semana, fruto da Operação da Polícia Federal "Mestre Impuro", que resultou na prisão de um professor que estava abusando de seus alunos, filmando e depois vendendo ainda as fotos e filmes do que ele fazia. "Quando a gente menos espera, tem alí uma pessoa, que deveria orientar, ensinar, proteger, está abusando daquela criança", disse.
 
O perigo sobre o mal uso do aparelho celular, que nos dias atuais permite que qualquer criança tenha acesso à rede da internet, também foi abordado por Paulo Henrique, que defendeu o conceito da criação de uma rede de proteção, que conte com orientação dos pais, professores, avós, no sentido de orientar as crianças para não caírem em redes sociais, para que não entrem em grupo no celular, no sentido de marcar encontros, que pode ser um pedófilo. "As vezes, a criança, na inocência acaba marcando e as consequencias são terríveis", disse.
 
Paulo Henrique também pontuou o marco que foi para Piracicaba, em 2008, tendo como ponto de partida a Câmara de Vereadores, quando a cidade foi a primeira no Brasil a ter a lei de combate à pedofilia, o que demandou vários projetos, leis, o que também ajudou outras cidades a se mobilizar por esta causa.
 
Sobre o resultado, o parlamentar avalia que se em todo este tempo, conseguimos livrar uma criança, projeteger uma criança de um pedófico, isto valeu a pena, pois uma criança abusada é coisa muito triste.
 
Paulo Henrique também abordou aspectos do atual processo eleitoral, principalmente com relação aos novos deputados, que vieram buscar e conseguiram expressivos votos em Piracicaba, a exemplo de Roberto Alves, que obteve 3.588 votos, sendo reeleito deputado federal. E, que já recebeu uma demanda de Piracicaba, a pedido do prefeito Barjas Negri, no pedido de ajuda para infraestrutura.
 
Paulo Henrique também comentou sobre o primeiro Futshow, evento em que foi utilizado  estádio do Prezoto, onde se desenvolveu várias modalidades, como futebol de areia e de salão, com vários jovens da cidade, como de Vila Sônia, Vila Cristina e Cecap, onde "passamos um feriado com diversas atividades lúdicas e de entretenimento, além do estreitamento de relações pelas conversas, além de shows de música e dança, com o objetivo de envolvimento, de tirar os jovens da ociosidade, que podem levá-los para as drogas", disse.
 
No apoio aos atletas, que muitas vezes passam desapercebidos pelos meios de comunicação local, o vereador Paulo Henrique citou os feitos de três jovens: o Lucas, um menino skatista de 14 anos, que ganhou dois campeonatos nos Estados Unidos e que muitas vezes não é reconhecido aqui em Piracicaba, lhe faltando apoio, sendo uma luta muito grande.
 
O outro atleta, foi um menino, um canoista, que ficou em terceiro lugar. E, agora, a Natália Brozolato, que ganhou o seu 11ª título. "Ou seja, nós estamos homenageando-os por que eles estão elevando o nome de Piracicaba e mostrando que através do esforço e do sacrifício, também pode ser bem sucedido no esporte.
 
Paulo Henrique também deu ênfase na aprovação do Título de Cidadão Piracicabano, ao professor da Unimep, André Toza Dori, de uma pessoa muito capacitada no que faz, um advogado exemplar, que sempre nutriu um sonho, sem nunca ter falado pra ninguém, sendo que pelos alunos da Unimep acabou-se por descobrir esta vontade de se tornar um cidadão piracicabano, pois não nasceu aqui, estando há tanto tempo na cidade.
 
Na conclusão de sua fala no Programa Primeiro Tempo, o vereador Paulo Henrique também avaliou o momento tão delicado da política nacional em que vivemos, sendo que já neste domingo o futuro da nação estará em jogo com a escolha de um novo mandatário para a nação, o que também inclui governadores de estados brasileiro.
 
"Temos que nos unir pelo Brasil. Não temos que ser como time de futebol, A ou B. A união é pelo Brasil. Temos que pensar no melhor para o nosso país. Não falando de terra, e sim do povo brasileiro. Temos que ver qual o melhor, o que vai trazer de benefício. Independente de qual vai ganhar, nós temos que também cobrar dos senadores e governadores. Cobrar, o povo também cobrando os seus direitos por um país melhor. Unir o país, a cidade, pra termos uma socidade bem melhor", disse.
 
Paulo Henrique ainda considerou as demandas que diariamente chegam aos gabientes na Câmara, em problemas da população que nem sempre a prefeitura consegue absorver, sendo que a recomendação é que a própria população de mobilize e se fortaleça para enfrentar e encaminhar os problemas.
 
"Há que unir, fazer uma liderança de bairro séria, ver o que está precisando, conversar, ir até a prefeitura e se não estiverem resolvendo, que venham até a Câmara, para conversar, mas com sinceridade, com transparência, pra que realmente possamos ajudar, para que a população realmente possa ter uma qualidade de vida. Ninguém manda em bairro nenhum. Vereador não é dono de bairro. Queremos ajudar a população de modo geral. Só que na prática a população procura mais de um, até 10 vereadores, para no final não ser ajudada em nada, o que remete ao ditado popular, de que cachorro com muitos donos acaba passando fome", concluiu Paulo Henrique, que também disponibilizou o seu gabinete às pessoas e, antecipou felicitações de Feliz 2019, abençoado por Deus, na certeza de que o Brasil vai se tornar melhor neste próximo ano.


Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: Reunião OrdináriaPaulo Henrique

Notícias relacionadas