PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

06 DE FEVEREIRO DE 2019

Nancy recebe pescadores de Tanquã, sem seguro-pesca há 3 meses


Benefício a que os pescadores profissionais têm direito no período da piracema não vem sendo pago pelo INSS.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução


Pescadores de Tanquã que estão com seguro-pesca atrasado há 3 meses, e que deveria ser pago pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), procuraram o gabinete da vereadora Nancy Thame (PSDB), na tarde desta terça feira (5), e solicitaram a intermediação da parlamentar junto aos órgãos competentes a fim de que o problema seja resolvido.

Sensível ao problema desse segmento profissional, Nancy comprometeu-se a colocar o gabinete à disposição e todos os recursos que estiver dentro das prerrogativas do Poder Legislativo.

"Vamos protocolar alguns documentos a serem encaminhados à Coordenadoria da Pesca, recentemente alocada ao Ministério da Agricultura, e à Previdência Social, contando com o apoio de todos os parlamentares desta Casa", afirmou Nancy.

Nilson Abrahão, de 57 anos, explicou que os pescadores estão apreensivos. "É uma situação bastante delicada. O problema não está apenas nas despesas com alimentação, temos também outros compromissos, como pagamento de IPVA, material escolar, energia elétrica, transporte etc.", elencou o pescador.

O benefício equivalente a um salário mínimo (R$ 998) ao mês é pago à categoria durante a época de piracema, que tem duração de quatro meses e teve início em 1º de novembro de 2018 e término no próximo dia 28. Nesse período de reprodução dos peixes, os pescadores profissionais ficam proibidos de exercer o trabalho, por isso recebem da União o benefício, que também é chamado de seguro-pesca.



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Ricardo Vasques - MTB 49.918


Tópicos: Emprego e RendaNancy Thame

Notícias relacionadas