PIRACICABA, DOMINGO, 18 DE NOVEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

19 DE OUTUBRO DE 2018

Fórum realizará curso no Centro de Ressocialização Feminino


De autoria da vereadora Nancy Thame (PSDB), objetivo é levar conhecimento financeiro às detentas do CRF de Piracicaba



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução


O Fórum Permanente de Empreendedorismo Feminino da Câmara de Vereadores de Piracicaba, em parceria com a Escola do Legislativo e com o Centro de Ressocialização Feminino (CRF) de Piracicaba – “Carlos Sidnes de Souza Cantarelli” de Piracicaba, promoverá no dia 23 o primeiro curso após diagnóstico deste segmento, promovido no último mês de maio.

“Este mapeamento revelou necessidade de abordar temáticas como planejar o próprio negócio, manter o controle financeiro, abordar as mulheres na sociedade e no mundo do trabalho, fomentar a regularização, avaliar riscos, entre outros”, disse a vereadora Nancy Thame, autora do Fórum.

Ela lembrou ainda que a execução do projeto contará com professores voluntários, Ricardo de Souza, Marilda Soares, Carlos Beltrame e Marcelo Bongagna. O curso tem carga horária de 7 horas e será ministrado no CRF para dois grupos de ressocializandas, sendo a primeira turma nos dias 23/10, 6 e 27/11, e a segunda, 30/10, 13 e 04/12, sempre das 14h às 17h.

A parlamentar afirmou que a escolha pelo CRF foi devido ao trabalho desenvolvido pela diretora Celeste Abamonte, que desde 2013 dirige a unidade do regime semiaberto, abrigando cerca de 150 detentas. 

“Ela estimula projetos em cooperação com instituições importantes e de excelência, tanto públicas como entidades da sociedade civil, o que tem contribuído para resultados significativos para a inserção dessas mulheres na sociedade”, relata Nancy. 

Celeste acredita que, por meio de educação e trabalho, as pessoas evoluem e se tornam autônomas. Ela destaca que o CRF promove anualmente a Jornada de Cidadania e Empregabilidade, programa da Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania, que tem o objetivo de levar ao sistema penitenciário ferramentas no processo de reintegração social.

Carlos Beltrame, ex-secretário municipal do Trabalho e Renda, afirmou que a reinserção dos egressos do sistema penitenciário no mercado de trabalho é prejudicada pelo preconceito. “Esse estigma coloca os egressos em situação de extrema vulnerabilidade”, acrescenta.

Para o professor Ricardo de Souza, é importante servir a sociedade com conhecimentos que transformam as pessoas. “É uma honra participar de uma iniciativa como esta, compartilhar e gerar conhecimento, sabendo que serão pequenas sementes que, quando aproveitadas e regadas, poderão resultar em bons frutos”, afirmou.



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337


Tópicos: Fórum Empreendedorismo FemininoNancy Thame

Notícias relacionadas