PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 25 DE JUNHO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

12 DE DEZEMBRO DE 2017

Fórum de Empreendedorismo Feminino disputa prêmio estadual


Iniciativa da vereadora Nancy Thame (PSDB), resultado será divulgado nesta quinta-feira (14), em São Paulo



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Lucas do Nascimento Machado Salvar imagem em alta resolução

Fórum de Empreendedorismo Feminino é iniciativa da vereadora Nancy Thame (PSDB)


O Fórum de Empreendedorismo Feminino da Câmara de Vereadores de Piracicaba disputa, quinta-feira (14), o Prêmio Paulista de Boas Práticas Legislativas, realizado pelo Movimento Voto Consciente. A proposta tem o objetivo de enaltecer ações parlamentares que respeitem princípios constitucionais e de adote diretrizes contemporâneas de gestão pública.

De autoria da vereadora Nancy Thame, o Fórum de Empreendedorismo Feminino será lançado quarta-feira (13), um dia antes da divulgação dos premiados. Mesmo ainda sem estar em atividade, o reconhecimento é no sentido da iniciativa pela qual a parlamentar cria espaço de debate para ações voltadas à independência financeira da mulher.

“O empreendedorismo vai além da economia, é o fortalecimento da mulher. Se não tem independência econômica, ela fica mais ligada ao ciclo de violência”, avalia a vereadora Nancy.

Ela detalha que a demanda surgiu de maneira coletiva, dentro da Semana da Mulher, realizada em março deste ano, na Câmara. “O Fórum veio como uma demanda forte, nós acolhemos e construímos o conteúdo”, disse. Participaram da Semana 28 instituições e cerca de 80 mulheres.

São 19 finalistas no Prêmio Paulista de Boas Práticas Legislativas, sendo que o Fórum de Empreendedorismo Feminino foi classificado na categoria Inovação, destinada à premiação de parlamentares. A classificação é resultado da avaliação de uma comissão julgadora que analisa eficiência, moralidade, legalidade, impessoalidade e publicação.

Também disputam na categoria Inovação, os vereadores Claudecir José dos Santos, de Jales, que apresentou projeto sobre obrigatoriedade do “Teste da Linguinha” em recém-nascidos; José Police Neto, de São Paulo, pela Política Municipal de Prevenção da Corrupção; e Renato Bispo Caroba, de Arujá, que trata da divulgação de listagem de pacientes que aguardam por consultas por especialistas, exames e cirurgias na rede pública. 

Na categoria Excelência, os finalistas são Marcos Araújo, de São Roque, que institui a Polícia Municipal de Combate à Obesidade Infantil; Washington Bortolossi, de Itatiba, que apresentou projeto que proíbe fogos de artifício em eventos com participação de animais; Edilson Andrade, do Guarujá, criador dos programas Câmara no Bairro e Câmara Jovem; José Galvão Filho, de Itu, pela iniciativa Café com Vereador; e Lucimar Silva, de Presidente Alves, autora da iniciativa Câmara Mirim.

Em Gestão Legislativa, que premia casas legislativas, são finalistas a Mesa Diretora da Câmara de Assis; Mesa Diretora da Câmara de Jales; Mesa Diretora da Câmara de São José do Rio Preto; Mesa Diretora da Câmara de Bálsamo; Mesa Diretora da Câmara de Caieiras; Mesa Diretora da Câmara de Guarujá e Mesa Diretora da Câmara de Macatuba. 

Por último, na categoria Sociedade Civil, que premia cidadãos e organizações, os finalistas são Marcio Antonio Santana, da Comissão da OAB de Carapicuíba; Bruno Henrique dos Santos, de Santos; Daniel Arias Vazquez, realizador de curso de extensão, da cidade de Guarulhos, e Renato Morgado, do Observatório Cidadão de Piracicaba. 

FÓRUM – O lançamento da Fórum de Empreendedorismo Feminino acontece quarta-feira (13), às 14h, em solenidade na sala de reunião do 2º andar do Prédio Anexo da Câmara de Vereadores de Piracicaba. 

O Fórum foi criado pelo projeto de decreto legislativo 21/2017, de autoria da vereadora Nancy, aprovado em agosto, e será composto por vereadoras com mandato na Câmara, assim como por representantes da Prefeitura, do Conselho Municipal da Mulher, Conselho da Mulher Advogada (órgão da OAB – 8ª Subsecção), de instituições de fomento ao empreendedorismo, do Conselho da Mulher Empresária da Acipi, do Conselho da Mulher Executiva do Simespi e de representantes de instituições de ensino superior. 

OBSERVATÓRIO – Responsável pela publicação do Boletim de Transparência Pública, o Observatório Cidadão de Piracicaba concorre o Prêmio Paulista de Boas Práticas Legislativas na categoria Sociedade Civil em virtude do trabalho para melhorar o acesso às informações públicas da cidade e atuar na capacitação do cidadão para o controle social.

“Esse reconhecimento nos ajuda a seguir em frente e a consolidar o trabalho. Estamos no caminho certo”, avalia Renato Morgado, membro da secretaria-executiva do Observatório Cidadão. Ele analisa as duas vias deste processo, “parte do Observatório, é claro, mas também parte da Câmara, que tem avançado nesta questão da transparência”, disse. 

De acordo com o 15º Boletim do Observatório Cidadão, a Câmara teve "lista do patrimônio" entre os indicadores assinalados como "atendidos plenamente" e, dessa forma, saiu de 80%, na avaliação de março, e chegou, em outubro, a 84% dos itens dentro da Lei de Acesso à Informação. O relatório foi entregue à Mesa Diretora em 13 de novembro.



Texto:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: LegislativoNancy Thame

Notícias relacionadas