PIRACICABA, DOMINGO, 9 DE DEZEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

20 DE JULHO DE 2018

Em balanço do 1º semestre, Moschini destaca produção legislativa


Vereador comentou sobre campanhas de vacinação, fez alertas de prevenção a doenças e propôs ao Executivo melhorias no atendimento oferecido pela rede pública.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Moschini apresentou no primeiro semestre deste ano 177 proposituras



A saúde foi a marca do mandato do vereador Ronaldo Moschini (PPS) no primeiro semestre deste ano. O parlamentar, que também é médico, ocupou a tribuna da Câmara, em diversas ocasiões, para orientar a população sobre campanhas de vacinação e alertas de prevenção a doenças e remeteu indicações e requerimentos ao Executivo para a melhoria no atendimento oferecido pela rede pública.

Graças a leis municipais criadas por iniciativa de Moschini, Piracicaba passou a contar com datas especiais com ações voltadas à orientação para primeiros socorros e reanimação cardiopulmonar, à saúde do bebê e à prevenção da depressão em crianças e adolescentes e da gravidez precoce.

Também se tornou lei no município a fixação de cartazes com informações sobre vacinas infantis obrigatórias nas dependências de unidades de saúde, hospitais, creches e escolas de educação infantil das redes pública e privada. A importância das campanhas de imunização e promoção da saúde, aliás, ganhou espaço nas falas de Moschini na tribuna da Câmara.

Ele destacou as iniciativas de estímulo à doação de sangue e de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, ajudou na divulgação da campanha de vacinação contra a gripe e fez um apelo às mães que estão em fase de amamentação e possuem leite excedente para que colaborassem com o Banco de Leite Humano do Hospital dos Fornecedores de Cana.

Ainda sobre saúde, o vereador defendeu alternativas para o transporte de pacientes nas UPAs, comemorou a oferta de hormônio anticoncepcional para mulheres na rede pública, apresentou dados da vacinação contra a febre amarela e prestou homenagens a profissionais da área.

Por meio de proposituras aprovadas em plenário, Moschini questionou a Prefeitura sobre o abastecimento de remédios nas farmácias da rede pública e endereçou moção de apelo à Assembleia Legislativa de São Paulo pedindo a aprovação do projeto que estipula jornada estadual de trabalho de 30 horas para profissionais de enfermagem.

Ao todo, o vereador apresentou no primeiro semestre deste ano 177 proposituras, entre 134 indicações, 31 requerimentos e seis projetos de lei. Exemplos de demandas encaminhadas pelo parlamentar ao Poder Público foram os pedidos pela instalação de iluminação e muros de concreto na SP-304, por serviços de limpeza e mudanças no trânsito em bairros e pela ampliação das linhas do transporte coletivo.

"Muitas proposituras relacionadas a melhorias na malha viária, implantação de academia ao ar livre, manutenção de praças e jardins, ampliação da iluminação pública, solicitação de intensificação da ação dos órgãos de segurança e encaminhamentos nas áreas de saúde e educação foram atendidas prontamente pelo Poder Executivo e outras ainda aguardam ser contempladas", comentou Moschini.

Em seu segundo mandato na Câmara, o vereador é o atual vice-presidente da Mesa Diretoria. No início do ano, assumiu, por um mês, o comando do Legislativo, durante licença de Matheus Erler (PTB). A experiência, classificada como "enriquecedora" por Moschini, acentuou, segundo ele, um aprendizado baseado no "saber ouvir e saber falar".



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: LegislativoRonaldo Moschini

Notícias relacionadas