PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 19 DE SETEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

15 DE AGOSTO DE 2018

Câmara lamenta a morte de Gustavo Jacques Dias Alvim


Ele atuou como vereador entre 1969 e 1972, sendo também presidente da Câmara; em 2002, recebeu o Título de Cidadão Piracicabano



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Alvim, durante as comemorações dos 195 anos de fundação da Câmara, em 11 de agosto de 2017


A Câmara de Vereadores de Piracicaba manifesta condolências pela morte do professor Gustavo Jacques Dias Alvim, ocorrida na manhã desta quarta-feira (15).

A Mesa Diretora se sente consternada pela perda do convívio de um gestor público de raros compromisso e competência, que durante os anos de 1969 e 1972 exerceu mandato de vereador nesta Casa de Leis, e também foi seu presidente pelo período de um ano.

Alvim era um democrata, homem íntegro, generoso e que no decorrer de sua vida pública trabalhou pelo fortalecimento de Piracicaba.

Era um educador por excelência, que sempre esteve próximo da Câmara nos anos dedicados ao ensino na cidade, sendo prova concreta desta relação estreita o Título de Cidadão Piracicabano, a ele entregue em 2002, por iniciativa do ex-vereador Jorge Luis Angeli.

Em nome de todos os vereadores e funcionários, a Câmara associa-se à dor da família, amigos e seus ex-alunos.

Matheus Erler
Presidente

Ronaldo Moschini
Vice-Presidente

Pedro Kawai
1º Secretário

André Bandeira
2º Secretário

Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes
Aldisa Marques
Ary Pedroso Jr.
Carlos Gomes da Silva
Dirceu Alves da Silva
Gilmar Rotta
Isac Souza
Jonson Oliveira
José Aparecido Longatto
Laércio Trevisan Jr.
Lair Braga
Marcos Abdala
Nancy Thame
Osvaldo Schiavolin
Paulo Campos
Paulo Serra
Rerlison Rezende
Wagner Oliveira
Paulo Henrique Paranhos Ribeiro

GUSTAVO ALVIM -- O velório de Gustavo Alvim ocorrerá na Igreja Central da Metodista de Piracicaba (rua Dom Pedro 1º, 938, Centro), das 15h30 às 22h desta quarta-feira (15), e a partir das 6h de quinta-feira (16). O sepultamento será às 10h30, no Cemitério da Saudade (avenida Piracicamirim, 2.201, bairro Vila Monteiro). Segundo a assessoria de imprensa da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), Alvim estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Unimed Piracicaba, após realizar cirurgia no último dia 13.

Radicado em Piracicaba desde os 11 anos, Alvim nasceu no município paulista de Vera Cruz, em 27 de setembro de 1936. Atuou como reitor da Unimep de 2003 a 2006 e de 2013 a outubro de 2016, tendo sido ainda vice-reitor (2011 a 2012), vice-reitor administrativo (1991-1994, 1995-1998 e 1999-2002) e vice-diretor geral do Instituto Educacional Piracicabano de 1991 a 2006.

Em 1964, então com 27 anos, se tornou diretor dos cursos superiores que compunham a Faculdade de Ciências Econômicas, Contábeis e Administração de Empresas (ECA), implantados no IEP. De 1970 a 1972, assumiu a função de diretor da Faculdade de Direito.

Em 1987, fundou o jornal A Província, com o jornalista Cecílio Elias Netto. Integrou por vários anos o IHGP (Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba), atuou como presidente do Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba e participou de entidades como Clube de Escritores de Piracicaba, Lar dos Velhinhos, Rotary Club Vila Rezende e Clube de Campo de Piracicaba.

No último dia 22 de junho, Alvim participou da cerimonia de posse da diretoria da Academia Piracicabana de Letras, da qual integrava o conselho fiscal na gestão 2018-2021.

Em 2017, Alvim participou de solenidade na Câmara, em 11 de agosto, quando a Casa de Leis completou 195 anos. Ele deixou a seguinte declaração ao Departamento de Comunicação da Câmara de Vereadores sobre a cidade de Piracicaba, pela ocasião dos 250 anos de fundação da cidade:

"Não sou piracicabano, mas vim para esta terra com 11 anos, quando precisei fazer o curso ginasial. Piracicaba encanta todo mundo que chega aqui. É uma cidade que tem algo que parece que outras não têm. Tem algumas peculiaridades, o rio, o XV de Novembro. Tem cultura, arte, escolas e é uma cidade encantadora. Chegando a Piracicaba, eu só estive fora dela alguns poucos anos em que tive de fazer meus cursos universitários. Tive oportunidades de sair dela, mas sempre optei por Piracicaba. Eu adoro Piracicaba, acho-a uma cidade encantadora, que realmente nos dá prazer de nela viver."



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: CâmaraAndré BandeiraAry Pedroso JrCarlos Gomes da SilvaDirceu AlvesJosé LongattoLaércio Trevisan JrPaulo HenriqueRonaldo MoschiniChico AlmeidaGilmar RottaMatheus ErlerPaulo CamposPedro KawaiPaulo SerraRerlison RezendeIsac SouzaJonson OliveiraAdriana NunesLair BragaNancy ThameMarcos AbdalaOsvaldo SchiavolinAldisa MarquesWagner OliveiraAntonio PadovanZezinho PereiraChico Roncato

Notícias relacionadas