PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

20 DE MARÇO DE 2019

Vereadores acompanham solenidade de 1 ano do Hospital Regional


Seis parlamentares enalteceram Unicamp pela marca de 42 mil atendimentos no período



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (1 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Rafael Henrique da Silva (2 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Rafael Henrique da Silva (3 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Rafael Henrique da Silva (4 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (5 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (6 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (7 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (8 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (9 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (10 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (11 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (12 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (13 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (14 de 14) Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades



O primeiro ano de funcionamento do HRP (Hospital Regional de Piracicaba) Dra. Zilda Arns foi comemorado nesta quarta-feira (20). Um evento para marcar a data ocorreu no auditório da instituição, no bairro Santa Rita, com a presença do vice-presidente da Câmara, Pedro Kawai, e do segundo-secretário Wagner Oliveira, o Wagnão (PHS), além dos parlamentares Aldisa Vieira Marques, o Paraná (PPS), Dirceu Alves da Silva (PPS), Lair Braga (SD) e Oswaldo Schiavolin, o Tozão (PSDB).

Na entrega da obra, em 16 de março de 2018, o ex-governador Geraldo Alckmin informou que estariam em funcionamento 60 leitos, sendo 30 cirúrgicos, 20 clínicos e 10 de UTI adulto, além de quatro salas cirúrgicas e os atendimentos ambulatoriais. A estimativa era de 18.600 consultas, 11 mil exames, mais de 2 mil internações e 1.200 cirurgias para o ano de 2018.

Até o momento estão em funcionamento 10 leitos de UTI adulto, oito de semi-intensiva e 42 de enfermaria clínico-cirúrgica. Embora representem um terço da capacidade, os números superam as metas previstas para o primeiro ano de atendimento, de acordo com a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

Para 2019, está prevista a ativação de 60 leitos e a oferta de especialidades como urologia, cirurgia buco-maxilo, cirurgia plástica e cirurgias ginecológicas. A assessoria da instituição disse que os 12 meses de atividades permitiram 42 mil atendimentos, sendo 20.505 consultas, 2.715 cirurgias hospitalares e ambulatoriais e 18.732 exames.

O vereador Pedro Kawai relembrou a ocasião em que o hospital foi anunciado, em 2010, quando ele acompanhou o ato, então como diretor da Estação da Paulista. Kawai disse que muitas pessoas chegaram a classificar o HRP como “elefante branco”. “Várias pessoas achavam que não iria acontecer, nunca. E, se hoje temos um atendimento de qualidade, temos que agradecer ao prefeito Barjas Negri e à Unicamp. Piracicaba já tem a fama de juntar forças para atender a população e, agora, junta forças para atender de forma qualitativa as 26 cidades da região, com sensibilidade e profissionalismo”, definiu.

O vereador Wagner Oliveira elogiou o índice de 99,13%, conquistado na pesquisa de satisfação entre os pacientes que utilizaram os serviços do RHP em um ano. “Ter uma instituição como a Unicamp à frente desse processo certamente contribuiu para uma avaliação positiva e tão alta quanto esta”, classificou o parlamentar.

Na mesma linha, Lair Braga enalteceu a satisfação dos usuários do espaço. “Só temos que fazer elogios, porque, ao visitar este hospital, me passa um filme na cabeça, ao me recordar do ex-governador Orestes Quércia na fundação do Hospital Regional de Bauru. Eu já cobrava dele que se empenhasse com essa questão dentro do Palácio dos Bandeirantes, para que Piracicaba também tivesse sua unidade. Trinta anos depois você vê a coisa acontecer e isso faz parte das questões públicas. Pode existir a demora, mas acaba se concretizando”, disse.

Na opinião do vereador Dirceu Alves, a data é de comemorações. Para ele, é importante que o Legislativo acompanhe a evolução dos trabalhos. “Fico feliz em saber dos 42 mil atendimentos, em apenas um ano, e ainda com 30% de sua capacidade em funcionamento. O que queremos é que as atividades sejam ampliadas, para que mais pessoas tenham acesso a essa política pública de qualidade.”

Para o vereador Paraná, é preciso elogiar também o empenho dos profissionais que garantem a eficiência dos serviços do HRP. “Piracicaba e região está de parabéns pelos 42 mil atendimentos, em especial por ser o único hospital da cidade 100% SUS (Sistema Único de Saúde) e que vem para diminuir a carga de trabalho no HFC (Hospital Fornecedores de Cana) e Santa Casa de Misericórdia”, avaliou.

Já o vereador Tozão relembrou que os parlamentares puderam acompanhar as várias etapas da construção do HRP e que, agora, com um ano de funcionamento, foi possível perceber os avanços em tão pouco tempo. “Para conseguir isso, obviamente, contribuiu a seriedade da Unicamp na gestão, assim como os empenhos municipal e estadual. Todos nós ganhamos”

Segundo o reitor Marcelo Knobel, Piracicaba merece elogios por concentrar as duas das três universidades estaduais: a FOP, ligada à Unicamp, e a Esalq, pertencente à USP. “É uma briga boa e quem leva melhor é Piracicaba”, disse, ao citar que a cidade é reconhecida também pela qualidade de vida e tem papel de destaque no Estado. “A Unicamp está engajada nesse processo e trabalha para melhorar a cidade. Para isso, estamos dialogando com os gestores para obtermos mais recursos e com isso ampliarmos o atendimento.”

O prefeito Barjas Negri (PSDB) comentou que a vontade de Piracicaba ter um hospital regional começou a ganhar corpo há três décadas. “Colocar um hospital em funcionamento não é o mesmo que uma unidade básica de saúde ou uma escola técnica. Óbvio, elas também são complexas, mas para um hospital deste porte foi preciso empregar recursos do município e do Estado. No caso da prefeitura, construindo, e no do governo paulista, equipando.”

Há 10 meses na função de superintendente, Pedro Pontin disse que a tendência é a de que o HRP também se torne um local de ensino e pesquisa. “A gente sabe que é só o começo. Esse hospital tem uma meta a ser atingida, que, embora esteja longa, demos o primeiro passo. Hoje já abrigamos alguns estágios da Unicamp, a residência médica de cirurgia geral e ortopedia, o que também é um grande avanço para a saúde da região.”

Também estiveram na solenidade o secretário de Saúde e Esportes, Pedro Mello, o assistente da diretoria executiva de saúde da Unicamp, Cláudio Martins, além de Benedita de Castro e Hamilton Bonilha, do DRS-X (Departamento Regional de Saúde de Piracicaba). A ocasião serviu ainda para a apresentação do logotipo do HRP, confeccionado pelo médico radiologista Allan Felipe Lopes. Houve também inauguração do Espaço do Colaborador.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: SaúdeDirceu AlvesPedro KawaiLair BragaOsvaldo SchiavolinAldisa Marques

Notícias relacionadas