PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 19 DE JUNHO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

22 DE MAIO DE 2018

Trevisan Jr. enfatiza papel fiscalizar do vereador na gestão pública


O parlamentar se disse assustado no que ocorre em Piracicaba



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Trevisan Jr. enfatiza papel fiscalizar do vereador na gestão pública




Terceiro Orador a utlizar os 10 minutos regimentais, para assuntos diversos, na 29ª reunião ordinária de ontem (21), o vereador Laércio Trevisan Jr. (PR) disse que continua assustado sobre o que vem ocorrendo na cidade. Não citou nomes. Falou do Diário Oficial, dia 17 de maio, sobre edital de contratação de empresa, por três meses, com dispensa de licitação.

"Que todos se inteiram deste assunto", destacou o parlamentar, que também falou de termo aditivo para a empresa Águas do Mirante, para bens de consumo. Segundo Trevisan, em 2011 falava-se que ia começar com sete milhões, ao passo que hoje se fala em 63 milhões, sendo que estes recursos poderiam ser aplicados em saúde pública e outras áreas sociais.

Trevisan Jr. ainda falou do Hospital Regional, que não tem nenhum leito ocupado, atendendo nas áreas de oftalmologia e otorrinolaringologia. O parlamentar também disse que há um ano e meio não se recuperam as praças Imaculada Conceição e a José Bonifácio, no centro da cidade.

Trevisan discorreu sobre o funcionamento das Upas (Unidades de Pronto Atendimento). "Algo precisa se fazer", reiterou o parlamentar, considerando que a prefeitura tem obrigação de limpar a cidade.

Para o parlamentar, os bairros estão esquecidos. "Alguns secretários atendem, outros não. Como pode termo aditivo de 63 milhões. A função do vereador é questionar. São dois fatos graves acontecidos em Piracicaba. Que cada um procure investigar de uma maneira ou de outra", concluiu Trevisan, que ainda falou da liberação de vagas de suplente para liberar vaga na Câmara.

"Não vale a pena. Fica aqui o meu alerta. Se for verdade isso, que a pessoa possa refletir. Não seja parte deste jogo, pois o sofrimento pessoal e particular virá. To vivo e quero ficar assim por muito tempo", finalizou o parlamentar.



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: Reunião Ordinária

Notícias relacionadas