PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 11 DE DEZEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

27 DE FEVEREIRO DE 2018

Trevisan Jr. agradece a Deus, família e médicos e aumenta tom crítico


O parlamentar comemorou o dia de seu aniversário com o retorno dos trabalhos camarários, na reunião ordinária de ontem (26)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Trevisan Jr. agradece a Deus, família e médicos e aumenta tom crítico






O vereador Laércio Trevisan Jr. (PR) ocupou a Tribuna da Câmara, na reunião ordinária de ontem (26), por cinco minutos, na condição de líder partidário, no dia de seu aniversário e, após 30 dias em que esteve afastado por licença médica. O parlamentar iniciou suas considerações agradecendo em primeiro lugar a Deus, família e médicos, além de todos que o apoiaram neste período, no envio de mensagem de pronta recuperação.

"Estou de volta. Foi falado sobre esquerda e direita, no que eu me coloca no meio", disse Trevisan, que realçou o pedido de obras, em indicações, requerimentos e melhoramentos para a sociedade, de ações do interesse coletivo.

Trevisan Jr. fez uma análise sobre os melhoramentos requeridos às praças: Imaculada Conceição e José Bonifácio. Também citou outro exemplo, da construção do Elevado sobre o rio Piracicaba, em recursos que deveriam ser realocados para outros locais, a exemplo das praças e outras obras solicitadas pela população.

Trevisan Jr. também fez reflexões sobre  as eleições que virão, de experiência como o povo vai escolher. Citou que Piracicaba arrecada mais e faz menos. Disse que após um ano e pouco, continua faltando médico, porque a prefeitura não teve competência para contratar.

O parlamentar também comentou sobre a realidade das creches, com redução de período, lembrando que a justiça de Piracicaba precisou intervir. Além de considerar que as promessas de campanha não se cumpriram, além do corte de mato e praças deterioradas devido ao abandono.

Trevisan Jr. ainda considerou a falta de limpeza e corte de mato em Piracicaba, além de criticar a desestrutura do Conselho Tutelar. E, complementou sua fala em dois pedidos Pela Ordem, para falar de manutenção de praças públicas abandonadas. Citou a Vila Rezende, da inoperância na cidade, considerando também o papel do Semae, com perdas físicas de 52%, com recursos de 15 milhões de reais em caixa.

Também  considerou o  aumento de imposto acima da inflação, como o ITBI. Lembrou que sua cadeira na Câmara está quebrada, nos três mandatos. Com relação à cidade, disse a "coisa não flui", citando o Teatro Municipal Losso Netto, há cinco anos parado por incompetência. Ainda considerou que a secretaria de Esportes está fechada  e inoperante, sem dinheiro. Por fim, informou que tem mais 25 itens para ler, que refletem os problemas estruturais da cidade.



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoLaércio Trevisan Jr

Notícias relacionadas