PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 18 DE OUTUBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

17 DE MAIO DE 2018

Segundo encontro da Oficina da Escrita é realizado na Câmara


Evento é promovido pela Escola do Legislativo e ministrado pela escritora Floripes Maria D'Avilla de Moraes



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (1 de 4) Salvar imagem em alta resolução

Participantes receberam atenção individual no evento

Participantes receberam atenção individual no evento
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (2 de 4) Salvar imagem em alta resolução

Participantes receberam atenção individual no evento

Participantes receberam atenção individual no evento
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (3 de 4) Salvar imagem em alta resolução

Participantes receberam atenção individual no evento

Participantes receberam atenção individual no evento
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (4 de 4) Salvar imagem em alta resolução

Participantes receberam atenção individual no evento

Participantes receberam atenção individual no evento
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Participantes receberam atenção individual no evento






A Oficina da Escrita, promovida pela Escola do Legislativo, teve o segundo encontro realizado nesta quinta-feira (17), na sala de reuniões do segundo andar do prédio anexo da Câmara. A escritora Floripes Maria D'Avilla de Moraes orientou os participantes durante o desenvolvimento de redação proposto na aula.

A autora de “Somos Oito”, “Entremuros – Memórias de um Internato Feminino” e “Rota dos Deuses - Viagem à Índia e ao Nepal” propôs a redação de um resumo de livro que o participante leu, de uma carta contando sobre uma viagem, um texto sobre o primeiro professor, sobre política brasileira ou sobre um país para o qual o participante gostaria de ir.

Floripes disse que eles precisam do básico da escrita e uma atenção individual para trabalhar algumas falhas como repetição de palavras, clareza de ideias e compreensão do texto.

A escritora analisou diálogos e introduziu Nelson Rodrigues para os participantes trabalharem esse elemento. "Diálogos são difíceis porque passam pela oralidade. Não pode ser muito formal ou moderno pois fica artificial. É preciso observar como as pessoas se comunicam", instruiu.

(Assista no player à reportagem veiculada pelo "Jornal da Câmara".)



Texto:  Lucas Lima
Supervisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Imagens de TV:  Paulo Soares - MTB 62.602
Reportagem de TV:  Thierry Marsulo
Edição de TV:  Paulo Soares - MTB 62.602


Tópicos: Escola do Legislativo

Notícias relacionadas