PIRACICABA, DOMINGO, 25 DE FEVEREIRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

02 DE FEVEREIRO DE 2018

Presidente projeta ano da Câmara com desafios, diálogo e protagonismo


Em entrevista ao "Primeiro Tempo", Erler defendeu um "Parlamento absolutamente aberto, com 23 vereadores dispostos a ajudar a população no que ela precisar".



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Presidente da Câmara, Erler concedeu entrevista ao vivo ao "Primeiro Tempo" desta quinta-feira




Momentos antes de comandar a primeira reunião ordinária de 2018, na noite desta quinta-feira (1º), o presidente da Câmara, Matheus Erler (PTB), disse esperar um ano marcado por desafios, pela abertura ao diálogo e à participação popular e pela consolidação do protagonismo do Legislativo nas discussões que envolvem os rumos da cidade ––três aspectos que já haviam despontado em 2017.

Iniciando o quarto ano como presidente da Câmara, Erler afirmou querer reforçar, em 2018, o papel do Legislativo como intermediador em questões que dizem respeito à comunidade, como já ocorreu nos posicionamentos adotados pela Casa em relação ao plano municipal do magistério e às vagas em período integral nas creches.

"Recebemos no ano passado mais de 100 mães com dificuldades de conseguir vagas em período integral. Esta Câmara não se furtou de cumprir seu papel enquanto representante da população: nos reunimos com o prefeito e cobramos as vagas e, junto com a Prefeitura e o Poder Judiciário, resolvemos a situação de 1.100 crianças", exemplificou o parlamentar, em entrevista ao vivo ao programa "Primeiro Tempo", da TV Câmara.

Erler defendeu um "Parlamento absolutamente aberto, com 23 vereadores dispostos a ajudar a população no que ela precisar". "É uma meta que vínhamos buscando, para que as pessoas encontrem aqui amparo aos seus anseios. A Câmara não tem dono; o que existe é uma Mesa Diretora que delibera sobre as decisões a serem tomadas para beneficiar o munícipe."

Para o vereador, 2018 continuará exigindo medidas de contenção de gastos em função do momento do país ––a Câmara terá um orçamento R$ 10 milhões mais enxuto, após ter renunciado tal valor em favor do Tesouro municipal.

"Será um ano em que teremos de economizar, pois nosso orçamento foi reduzido já na sua fonte, razão pela qual a economia será grande também, como foi em 2017. Mas nem por isso Piracicaba deixará de ter o mesmo empenho e dedicação dos 23 vereadores", disse Erler, que destacou o protagonismo da Câmara "em todos os setores da cidade".

"O homem público que se dispõe a fazer o melhor para a população de Piracicaba não passa, num ano, sendo coadjuvante ––e a Câmara não o foi em 2017, nem o será em 2018. Exercemos papel de protagonistas, como quando nossos hospitais, tanto a Santa Casa quanto o dos Fornecedores de Cana, receberam mais de R$ 10 milhões oriundos da economia da Câmara."



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoMatheus Erler

Notícias relacionadas