PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 12 DE DEZEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

04 DE DEZEMBRO DE 2018

Pedro Kawai reforça trabalho social da AUMA com recursos do Fumdeca


A entidade atende autistas, englobando 40 crianças e 22 adultos, e busca captação de recursos na ordem de R$ 133 mil para o Projeto "Brincar e Crescer - Novos Desafios"



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Thaís Passos (1 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Pedro Kawai reforça trabalho social da AUMA com recursos do Fumdeca

Pedro Kawai reforça trabalho social da AUMA com recursos do Fumdeca
Foto: Thaís Passos (2 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Pedro Kawai reforça trabalho social da AUMA com recursos do Fumdeca

Pedro Kawai reforça trabalho social da AUMA com recursos do Fumdeca
Foto: Thaís Passos (3 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Pedro Kawai reforça trabalho social da AUMA com recursos do Fumdeca

Pedro Kawai reforça trabalho social da AUMA com recursos do Fumdeca
Foto: Thaís Passos Salvar imagem em alta resolução

Pedro Kawai reforça trabalho social da AUMA com recursos do Fumdeca



O primeiro secretário da Câmara de Vereadores de Piracicaba, Pedro Kawai (PSDB), na manhã desta terça-feira (4) visitou as dependências da AUMA (Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Piracicaba), localizada na rua Leontino Boscariol, 70, bairro Morumbi, região do Piracicamirim.
 
Na oportunidade, conversou com a coordenadora da entidade, a Assistente Social, Camila Banzzatto, que também discorreu sobre os problemas de segurança, sendo que desde agosto deste ano, já ocorreram mais de cinco invasões à entidade, em depredações e furto de equipamentos, o que gerou até um Boletim de Ocorrência (668/2018), na Polícia Civil do Estado de São Paulo.
 
Camila também discorreu sobre o empenho da entidade para captação de recursos junto ao setor empresarial e da população em geral, além do envolvimento do poder público, com foco principal no Projeto "Brincar e Crescer - Novos Desafios", orçado em R$ 133.054,85 com recursos do Fumdeca (Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), oriundos de repasses de doações do Imposto de Renda, tanto de pessoas físicas (6%) como jurídicas (1%).
 
O projeto ainda conta com o apoio de lei municipal, em determinação do Estatuto da Criança e do Adolescente, com o objetivo de financiar programas e projetos que atuem na garantia da promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente.
 
"O Fumdeca proporciona importante atendimeno aos autistas", considerou Pedro Kawai ao avaliar a importância do trabalho da entidade perante estes cidadãos, englobando crianças, jovens e adultos portadores de autismo, sem limite de idade, visando sua inclusão social, em atendimentos realizados por terapia ocupacional, fonoaudiologia, educação física, psicologia, assistência social, clínico geral e pedagógico realizado em pequenos grupos.

Na visita, o vereador Pedro Kawai ratificou a relevância do projeto "Brincar e Crescer", de responsabilidade de Maria Lígia Brienza, que atende 40 pessoas, com recursos do Fundeca, em custo na ordem de R$ 133 mil, que tem em sua linha de atuação o fato da pessoa com TEA (Transtorno do Espectro Autista), de pessoas que tem pouca ou nenhuma relação interpessoal, ausência na linguagem e comunicação, sendo que a intenção do projeto consiste em criar oportunidades e intervenções, favorecendo e antecipando eventos, ajudando a se organizar para superar os obstáculos impostos pelas disfunções ligadas ao transtorno através das atividades lúdicas propostas.

O projeto tem como objetivo atender crianças e adolescentes através da promoção e ações e atividades que oportunizem a esse indivíduo adquirir na vida prática e diária, na comunicação, e socialização, facilitando a convivência familiar assim como a inclusão social e escolar.

A AUMA atende crianças e adolescentes diagnosticados com o TEA desde o ano de 2000 e, desse período em diante tem como objetivo criar oportunidades de adaptação social de crianças e adolescentes. A Associação ainda faz atendimento de orientação às famílias, tando individual como em grupo, e pela proximidade com os pais, consegue ver as necessidades, agindo assertivamente no encaminhamento para serviços da rede socioassistencial: promove ainda a orientação de estudantes interessados no Transtorno através de parceria com colégios, faculdades e universidades; esclarecimento à comunidade em geral, através da divulgação de temática Autismo, por meio de palestras, orientações e reuniões programadas.

No cronograma de atividades, que tem programação mensal, os participantes se envolvem em brincadeiras com obstáculos, pulam, dançam, balançam, além de outras atividades que favorem e estimulam a conscientização da imagem corporal. Também são inclusas brincadeiras para fortalecer o tônus oro facial, como encher bexiga, soprar língua de sogra, bolinha de sabão e, imitar onomatopeias (palavra escrita que reproduz um ruído, ou outro tipo de som, a exemplo do toque de campainha “ding dong”).

As atividades também envolvem cantigas de roda e suas representações por meio de fantoches, jogos que estimulam a fala e a linguagem (jogo de memória, de encaixe e outros); estimular a troca de figuras por objetos ou ações; treino de banho, vestuário e escovação, utilizando representações concretas, troca de roupas de bonecas e posteriormente em si próprio; estimular o treino da independência na colocação do alimento no seu prato e bebida em seu copo.

Também está incluso no projeto orientações quanto ao processo de comunicação e orientações para atividades em casa, que resultem na continuidade e resultados dos trabalhos desenvolvidos na instituição. O projeto também contempla a parte metodológica, com profissionais das áreas de fonoaldiologia e terapia ocupacional. Além de incluir os resultados e metas e, com avaliações periódicas, em reuniões técnicas envovendo todos os atores no processo, entre familiares e o próprio paciente.

História

A Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Piracicaba – AUMA, fundada em 30 de junho de 1999, entrou em funcionamento em junho de 2000.
Um grupo de pais e amigos dos autistas uniu-se para a criação de uma entidade específica no atendimento a pessoas com Transtorno do Espectro Autista, pois, até então, os pais tinham que levar seus filhos a instituições fora da cidade por não existir um atendimento específico no município.

A Entidade é referência no atendimento de pessoas com Transtorno do Espectro Autista, atendendo a cidade de Piracicaba e região (Saltinho, Rio das Pedras e Charqueada).
A Entidade se pauta em fornecer atividades e terapias que possam promover o desenvolvimento da pessoa com TEA tornando apto a participar das atividades familiares, escolares e sociais inibindo assim a exclusão da pessoa com de eficiência no convívio social.

A AUMA conta hoje com 16 profissionais entre Fisioterapeuta, Terapeuta Ocupacional, Fonoaudióloga, Psicóloga, Pedagogos, Assistente Social; além de demais profissionais que realizam diariamente o atendimento dos 70 assistidos.

Através de terapias, atividades esportivas, lúdicas, oficinas de arte, cozinha pedagógica e jogos; busca a inclusão e o desenvolvimento do Autista na sociedade e na vida escolar visando a promoção, desenvolvimento e inclusão social de crianças e adultos com TEA, além de difundir conhecimento e informação sobre o tema.

A Entidade tem a missão de acompanhar e assistir pessoas com autismo e suas famílias, oferecendo suporte multidisciplinar, visando à redução dos níveis de dependência e sua integração na sociedade e contribuir para que o Transtorno do Espectro Autista (TEA) seja mais compreendida e derrubando os preconceitos existentes.


Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: CidadaniaPedro Kawai

Notícias relacionadas