PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 20 DE JULHO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

21 DE JUNHO DE 2018

Pedro Kawai enaltece artista naïf por trajetória de sucesso


Juliano Silva levará suas obras para o Carrossel do Louvre, em Paris



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (1 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Homenagem foi entregue na noite desta quinta-feira

Homenagem foi entregue na noite desta quinta-feira
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (2 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Homenagem foi entregue na noite desta quinta-feira

Homenagem foi entregue na noite desta quinta-feira
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (3 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Homenagem foi entregue na noite desta quinta-feira

Homenagem foi entregue na noite desta quinta-feira
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Homenagem foi entregue na noite desta quinta-feira




Piracicabano de 34 anos, Juliano da Silva realizará este ano um dos principais sonhos da carreira artística: a de expor em Paris, no mais importante museu de artes, uma obra de sua autoria. Autodidata adepto da arte naïf -- também conhecida como arte ingênua -- ele recebeu homenagem do vereador Pedro Kawai (PSDB), por meio do requerimento 345/2018, para concessão de voto de congratulações.

Juliano esteve na Câmara na noite desta quinta-feira (21), antes da reunião ordinária, acompanhado da mãe Maria Aparecida de Oliveira e Silva e da namorada Daniela de Abreu Santos. Na ocasião, Kawai reforçou o quanto é importante para Piracicaba ter um artista jovem e se projetando internacionalmente. "Os artistas possuem o dom de expressar com sensibilidade, por meio dos traços, seus pensamentos. O Juliano, além de reunir esta característica, é uma pessoa que leva o nome desta terra, um exemplo de ser humano e profissional", disse.

Juliano disse que a homenagem do vereador tem um valor especial em sua trajetória. "Sentia falta de Piracicaba olhar para o meu trabalho", disse ele.

A ida de uma obra de sua autoria para a exposição em Paris se deu a convite da assessora Lisandra Miguel, da empresa Vivemos Arte. A pintura escolhida ficará no Carrossel do Louvre -- galeria comercial que se encontra no sub-solo do Museu do Louvre. "Quando eu comecei a pintar, me veio a cabeça qual seria o principal museu que poderia expor um quadro. De imediato, pensei no Louvre. Então, assim que surgiu o convite para expor lá, escolhi a pintura O Sonho do Louvre", disse. 

INFLUÊNCIA -- O artista iniciou seus trabalhos com esculturas e depois seguiu para o óleo sobre tela. O contato com a arte, ainda na infância, veio a partir da influência do pai, Ciro de Oliveira, que também se dedicava à arte naïf e faleceu em 2011. Ele mantém a divulgação de suas obras em uma página no Facebook.

No ano passado, Juliano integrou a 1ª Bïnaif (Bienal Internacional de Arte Naïf Totem Cor-Ação), em Socorro (SP), e teve produções expostas na We Live Art, mostra coletiva de artes plásticas que ocorreu na Alemanha e no Rio de Janeiro. 

Também em 2017, em setembro, organizou em Piracicaba a exposição De Pai para Filho, no Ateliê Engenho das Artes, da artista Dalva Saglietti, em que reuniu obras de sua autoria, com a leitura para o lúdico, e as de seu pai, que centrava sua produção em assuntos relacionados a Piracicaba.

Ainda no Ateliê Engenho das Artes, o artista levou no ano passado suas obras em agosto, durante a edição do Rio das Artes, evento promovido anualmente pelo Sesc Piracicaba para aproximar o público e valorizar a produção artística local. Ele pretende novamente participar da proposta este ano.

Para este ano, Juliano recebeu convites para integrar exposições em Guarabirana, município da Paraíba, na Fian (Festival Internacional de Art Naïf), e também na Argentina, na Open — Muestra de Arte, em Buenos Aires. O Colégio Coc da cidade de Franca também o selecionou como artista do ano e, em função disso, estudantes da unidade de ensino estudam até setembro as suas obras.

O artista já tem planos para 2019, sendo o principal deles a elaboração de uma exposição individual, em que aproveitaria para lançar um livro com suas produções e reflexões, além de e-commerce com itens diversos além dos trabalhos sobre tela.

(Assista no player à reportagem veiculada pelo "Jornal da Câmara")



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  Emerson Pigosso - MTB 36.356
Reportagem de TV:  Marcelo Bandeira - MTB 33.121
Edição de TV:  Emerson Pigosso - MTB 36.356


Tópicos: HomenagemPedro Kawai

Notícias relacionadas