PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 19 DE NOVEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

30 DE OUTUBRO DE 2018

Paulo Serra parabeniza novo presidente eleito do Brasil


"Conseguiu fazer uma campanha honesta, mostrando a todos os corruptos da nação que pode fazer uma campanha sem fundo partidário", disse o parlamentar.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Paulo Serra parabeniza novo presidente eleito do Brasil






O vereador Paulo Serra (PPS) ocupou a Tribuna da Câmara, por 10 minutos regimentais, na 65ª reunião ordinária de ontem (29) para registrar sua satisfação de ter acompanhado um processo eleitoral que culminou na eleição do novo presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, ressaltando que ele conseguiu fazer uma campanha honesta, mostrando a todos os corruptos da nação que pode fazer uma campanha sem fundo partidário, com honestidade e apenas com as redes sociais.
 
"Queria prestar homenagem ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, parabéns a ele, à campanha e ao Brasil, que agora tem a esperança de acabar com a corrupção. Caso ele não cumpra, vamos tirar e amar o nosso país para colocar pessoas honestas", destacou o parlamentar, que na sequência exibiu um pequeno vídeo, com imagem que remete à trajetória de Bolsonaro em campanhas pelo país, com foco nos valores da pátria, união da família, luta contra a corrupção e indicando um caminho a ser vencido pela verdade, ao lado do povo, onde o Brasil está acima de tudo e Deus acima de todos.
 
Paulo Serra fez ressalvas para mostrar que não faz parte do pardido de Bolsonaro (PSL), não, sendo que as coligações de seu partido foram com outro. "Mas, tenho a dignidade de apoiar aquele que é honesto, que realmente briga pelo nosso Brasil", disse o parlamentar, que também parabenizou o governador eleito por São Paulo, João Dória, do PSDB, além de enfatizar sua integridade, lembrando que até vídeos com imagens pessoais foram colocadas tentando sujar a imagem do candidato, sendo que ele mostrou a competência, a dignidade e se mostrou o bom gestor que é, que não depende de política para colocar o nosso estado de São Paulo para frente.
 
Paulo Serra encerrou suas considerações exibindo outro pequeno vídeo, que aparentemente não tem nada a ver com a política, ao retratar uma criança, de mochila nas costas, devidamente abastecida com lanches e sucos, que despede de sua mãe dizendo que vai à procura de Deus, caminhando por ruas e avenidas, andando de metrô, fazendo uma parada num banco de praça pública, onde está sentada uma senhora, negra, solitária, que não faz cerimônia ao agradecer o primeiro lanche que ele iria comer, sendo que o momento foi só de alegria, quando ele também aproveitou a ocasião para saborear o segundo lanche que trouxe consigo.
 
O agradecimento é mútuo também, quando ele compartilha as duas garrafas de sucos de sua mochila, sendo que na sequência a criança olha no relógio e diz que é hora de partir. E, ao chegar em casa, a mãe lhe pergunta se ele se encontrou com Deus, sendo que a resposta foi que sim e, que tem o sorriso mais lindo que ele já tinha visto.
 
Na sequencia do filme, aquela mulher negra - que a criança viu Deus nela - sai a caminhar até outro banco, onde tem uma mulher branca, portando um cartaz pedindo ajuda humanitária e, quando recebe a companhia de uma pessoa que ainda está em estado de êxtase de felicidade, lhe pergunta o que aconteceu para ficar daquele jeito, sendo que ela não mede palavras para dizer que acabou de comer bolinhos no parque com Deus, que ele era muito mais jovem do que ela esperava.
 
Na conclusão da mensagem, o vereador Paulo Serra diz que isso é para que todos nós devemos parar com o orgulho e prepotência e um brigar com o outro, em época de campanha política e encontrar o seu Deus, por que todos temos um dentro de nós. "É como nosso Jair Bolsonaro falou, Deus, acima de tudo e de todos, ele é a palavra, ele é a verdade. E que tire as diferenças desta campanha que teve", disse.
 
"A partir de hoje somos um Brasil só. Todos nós, independentes de partidos, devemos apoiar quem são os nossos governantes, no Lesgislativo e Executivo, acabar com as diferenças e tocar o Brasil pra frente", disse.
 
"A leitura que fiz da carta, são pessoas morrendo na fila, isto é a maior matança que existe, desde os desgovernos anteriores. Então, vamos colocar o nosso Brasil pra frente. Vamos pegar com afinco o nosso Brasil, que é a nossa casa. Vamos ser patriotas, colocar Deus acima de tudo", disse.
 
"E, parabéns ao nosso presidente eleito e ao nosso governador João Dória. Parabéns, que Deus ilumine e que façam um bom mandato, por que se não fizer a gente troca. É assim na política, entra e faça para o povo e não para benefício próprio. Por que se fizer, não tem o meu apoio. Hoje tem, mas se não fizer para o povo, amanhã não terá; pode deixar gravado", concluiu Paulo Serra.


Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: Reunião OrdináriaPaulo Serra

Notícias relacionadas