PIRACICABA, SÁBADO, 18 DE AGOSTO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

06 DE FEVEREIRO DE 2018

Paróquia São Lucas receberá moção de aplausos pelos 25 anos


Propositura de José Longatto foi aprovada na segunda reunião ordinária.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Longatto é autor da moção de aplausos


A Paróquia São Lucas receberá homenagem da Câmara pelos 25 anos de fundação. A iniciativa partiu do vereador José Longatto (PSDB), que teve sua moção de aplausos 20/2018 aprovada nesta segunda-feira (5), durante a segunda reunião ordinária do ano.

Na década de 1970, o padre Luiz Carlos Zotarelli, então pároco da Matriz de Santa Teresinha, celebrava missas nas casas das famílias dos bairros Jardim São Luís, Vila Sônia, Nossa Senhora das Graças, Bela Vista, Maria Cláudia, Antúrios e Três Marias. Os encontros de jovens, coral, liturgia e comunhão eucarística intensificaram estas reuniões e resultaram no desmembramento da Matriz.

Com a realização de quermesses, arrecadaram fundos para a compra do terreno, que seria construído a Paróquia São Lucas. Em 1987, o barracão que servia para realização das celebrações mensais fora inaugurado e, em 1990, deu-se início à construção da igreja, ao lado do barracão.

Instituída em 2 de fevereiro 1993, a pedra fundamental da igreja foi lançada pelo então bispo diocesando dom Eduardo Koaik, que celebrou a primeira missa 12 dias após a fundação; na ocasião também foi apresentado o primeiro vigário paroquial, padre Eugênio Broggio Neto, com concelebração pelo pároco padre Luiz Carlos Zotarelli. Atualmente, é presidida pelo padre Arlon Niquison Beltrão da Silva, nomeado pelo bispo diocesano dom Fernando Mason.

A entidade abrange 23 bairros e em torno de 18 católicos na região norte. Administra a Capela Nossa Senhora de Guadalupe, no bairro Parque Olanda; Capela São Vicente de Paulo, no Boa Esperança; Capela Nossa Senhora Auxiliadora, no Javari II; Comunidade Nossa Senhora do Carmo, no Monte Rey; Comunidade Frei Galvão, no São Luiz; e Comunidades São Agostinho, Santa Mônica, São Lourenço, São João Vianey (Santo Cura d'Ars) e São João Paulo II, nas quais as celebrações são realizadas nas casas.



Texto:  Lucas Lima
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Tópicos: LegislativoJosé Longatto

Notícias relacionadas