PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 18 DE AGOSTO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

05 DE MAIO DE 2017

Para Tozão, desemprego aumentará se cidade permitir casas de contêiner


Vereador manifestou indignação no caso de a legislação municipal ser alterada para permitir a construção de moradias feitas a partir de contêineres reutilizados.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Tozão usou a tribuna durante a reunião ordinária desta quinta-feira




O vereador Osvaldo Schiavolin, o Tozão (PSDB), manifestou sua indignação diante da possibilidade de a legislação municipal ser alterada para permitir em Piracicaba a construção de moradias feitas a partir de contêineres reutilizados. Para o parlamentar, o aval a esse tipo de habitação, que ele chamou de "casa de ferro", gerará danos à natureza e refletirá no aumento do desemprego na cidade.

"Quero deixar clara minha indignação, não por não achar prática ou convencional a 'casa de ferro', mas ainda não estamos precisando fazer casa com lixo. Se é lixo para uns, que não seja para nós. A agressão à natureza [com o reaproveitamento de contêineres] é bem maior que a casa de tijolos", observou.

Tozão abordou o tema após o empresário Antonio Carlos Leão Carmo Martins usar parte do expediente da 24ª reunião ordinária, nesta quinta-feira (4), para falar do uso de contêineres na construção civil. Para o vereador, se isso for permitido, "no máximo três empresas vão construir casas metálicas na cidade". "O resto das pessoas vai fazer bico (eletricista, encanador...), porque lá, na empresa do cara, ele vai ter tudo. É isso o que vai acontecer: mais gente desempregada", concluiu o parlamentar, em sua participação na tribuna.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoOsvaldo Schiavolin

Notícias relacionadas