PIRACICABA, DOMINGO, 22 DE JULHO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

26 DE JUNHO DE 2018

Nancy Thame questiona fundamentos da gestão pública e destaca ações


A parlamentar defende mais participação e transparência no setor público, além da vinda de pessoas renomadas a contribuir na edificação do processo democrático



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Nancy Thame questiona fundamentos da gestão pública e destaca ações




Quinto orador a ocupar a Tribuna da Câmara, na 38ª reunião ordinária de ontem (25), a vereadora Nancy Thame (PSDB) parabenizou as temáticas apresentadas por dois oradores populares: Paulo Afonso Rodrigues, da Comunidade Pereirinha, que defendeu a preservação de nascentes e, de Isac Roston, do Conselho das Cidades, em considerações técnicas sobre o Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Campinas), criado em 2009, integrado pelas cidades de Americana, Elias Fausto, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Santa Bárbara d'Oeste e Sumaré.

A parlamentar também comentou sobre espaço inaugurado na semana passada, o Horto Medicinal, CRAB (Centro de Referência em Atenção Básica) Cecap, onde foi procurada por um grupo de mulheres, que fazem a diferença, do bairro Cecap, que falaram do trabalho de uma enfermeira do bairro, a Marina, que tinha um projeto na gaveta e gostaria de vê-lo concretizado, pois já estava em uma fase de aposentadoria. “Aproximamos várias pessoas: agricultores, Esalq, professores, estudantes e alí foi montado o Horto Educativo para a população”, declarou, ao lembrar que Santa Bárbara d´Oeste e Ribeirão Preto possuem iniciativas deste porte.

Nancy também anunciou atividades a serem iniciadas no Jardim Oriente, em festa o dia inteiro, em trabalho de grupo sobre as políticas públicas, sendo que eles montaram uma associação e estão chamando para esta atividade em tempo integral, com respaldo da secretaria de Cultura, quando se juntaram em propostas na defesa do bairro.

Nancy ainda enumerou atividades no sábado, dia 30, na Escola do Legislativo, no curso de liderança, com uma professora da FGV (Fundação Getúlio Vargas), Andréa Gozetto, sendo que as vagas já superaram em 50%, onde devem comparecer vereadores de outros municípios da região, em curso voltado para quem exerce alguma liderança.

A parlamentar também comentou sobre o Fórum de Gestão e Planejamento Sustentável, que nesta sexta-feira (29) tem programação, sendo que as inscrições ainda estão abertas. Os trabalhos se concentram em três grupos:  Educação Ambiental, o de Desenvolvimento Rural Sustentável e sobre os planos, com encaminhamentos ao Plano Diretor, em atividades que estão permanentemente abertas a todos, nada fechado.

Nancy também registrou participação em evento do último sábado (23), em São Paulo, com mais de 100 mulheres pré-candidatas a deputado estadual e federal, juntamente com lideranças, em encontro que foi muito rico, na discussão de temáticas que correm fora de partidos, que nos unem por causas, a exemplo do trabalho de Mônica Sodre, "uma menina, de 32 anos", que dirige a Rede de Ação Política e Sustentabilidade no Brasil, onde ela desenvolveu os entraves dos partidos políticos, do patrimonialismo que existe, o engessamento da gente ter oxigenação dos partidos.

Nancy ainda falou da participação de Andréa Gozetto ao discutir as possibilidades de se trabalhar espaços com a população, em locais democráticos, onde gente pode fazer a diferença, a exempo dos conselhos. Além de registrar que no final do dia, o professor Fernando Coelho abordou a questão da gestão do setor público, onde ele traz o conceito de mudança no sistema, traçando um perfio dos fundamentos constitucionais e da gestão pública, sendo que é aí que se dá o equilíbrio, lembrando que não podemos perder estes conceitos na maneira de operacionalizar o que acontece nestes espaços.

Além de trazer os entraves destes espaços, a exemplo de uma base sócio cultural patrimonialista, bem como a permanência de uma disfunção burocrártica que existe, sendo que tentamos sair disto.

Também foi analisado o enraizamento de uma velha política, que é passada de geração a geração, que emperra todo o sistema e não deixa as oportunidades que a gente tem de mais transparência e mais participação da maneira como a gente queria.  Nancy defendeu estes nomes e a vinda destas palestras para Piracicaba.



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: Reunião OrdináriaNancy Thame

Notícias relacionadas