PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 20 DE NOVEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

31 DE OUTUBRO DE 2017

Matheus Erler contrapõe dados sobre economia em contas do Executivo


O parlamentar arguiu o artigo 206, do regimento interno da Câmara para avaliar projetos aprovados na reunião ordinária de ontem (30)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Matheus Erler contrapõe dados sobre economia em contas do Executivo




O presidente da Câmara de Vereadores de Piracicaba, Matheus Erler (PTB), na 63ª reunião de ontem (30), arguiu o artigo 206, do regimento interno, para discorrer sobre projetos aprovados em plenário, focando o projeto de lei 248/2017, de autoria do Executivo, na extinção do cargo de assessor de saúde, sendo que na leitura da justificativa do Executivo, permitirá o fechamento do orçamento da atual gestão.

Matheus Erler também reforçou, na mesma linha de economia, o esforço da Câmara em poupar em favor dos cofres públicos, com antecipação de receitas, na ordem de R$ 10 milhões, com R$ 5 milhões já disponibilizados, sendo que este valor deveria ter ido para a Santa Casa. "Mas, infelizmente não foi, porque é o prefeito quem decide para onde vai o dinheiro", destacou o parlamentar.

Matheus declarou que o orçamento da Câmara está muito restrito. "Nós devolvemos quase tudo. Nós temos um orçamento para fechar o ano. Eu tenho que vazer mais algumas coisas. Não dá para devolver mais. Eu farei a devolução, do que tiver que devolver, no dia 30 de dezembro", enfatizou o parlamentar, que também alertou sobre o risco de incorrer em improbidade administrativa se não gerir direito o dinheiro da Câmara.

Erler citou procedimentos internos, como o respaldo à Escola da Legislativo, que faz trabalho excepcional, sendo que não tem uma secretaria para a Escola. "Eu digo enquanto presidente da Câmara, sigo a Constituição Federal, onde os poderes são independentes. Não vou falar onde o prefeito vai gastar o dinheiro dele. Mas, não venha me falar onde devo gastar o dinheiro da Câmara, que não é meu", concluiu o parlamentar, reiterando que o Legislativo já economizou recursos na ordem de 50% do orçamento da Casa de Leis.

  



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoMatheus Erler

Notícias relacionadas