PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 22 DE NOVEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

27 DE OUTUBRO DE 2017

Matheus Erler contesta déficit da Previdência


Relatório da CPI do Senado mostra que a Previdência não é deficitária.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Matheus Erler contesta défict da Previdência




"O relatório que falamos por muito tempo. Hoje a verdade vem à tona, mais cedo ou mais tarde. Foi feito o relatório sobre a CPI do Senado, que afirma que a Previdência não é deficitária. Uma CPI que tanto queríamos, foi feita, junto com o senador Paulo Paim. E aí vem o resultado: não é deficitária". Com estas palavras, o presidente da Câmara de Vereadores de Piracicaba, Matheus Erler (PTB) ocupou a tribuna da Câmara, na 62ª reunião ordinária de ontem (26), por 10 minutos, para destacar o teor de relatório final, que além de contestar melhoram os resultados da Previdência, sendo que o senador Hélio José traz uma série de propostas, que poderá incluir até o aumento do teto do benefício, que passaria de R$ 5.531,00 para R$ 9.370,00.

O relatório alega haver inconsistência de dados e de informações anunciadas pelo Poder Executivo, que desenham um futuro aterrorizante e totalmente inverossímel, com o intuito de acabar com a Previdência pública e criar um campo para a atuação das empresas privadas.

Matheus Erler também contestou o desvio de recursos do governo da União, na ordem de 30%. E, reafirmou que não há déficit na Previdência, e que o Ministro da Fazenda, Henrique Meireles e o presidente Michel Temer possam fazer o que quizer, mas não provarão que a Previdência é deficitária.

O relatório finaliza mostrando que as empresas privadas devem 450 bilhões de reais à Previdência e, para piorar a situação, conforme a Procuradoria da Fazenda Nacional, somente 175 bilhões de reais correspondem a débitos recuperáveis.



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoMatheus Erler

Notícias relacionadas