PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 20 DE NOVEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

01 DE OUTUBRO DE 2018

Kawai defende passagem de nível com piso tátil em prol dos deficientes


Travessia de pedestres em frente a escolas, unidades de saúde e entidades que atendem pessoas com deficiência poderá ganhar reforço de segurança, no PL do vereador.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (1 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Kawai defende passagem de nível com piso tátil em prol dos deficientes

Kawai defende passagem de nível com piso tátil em prol dos deficientes
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Kawai defende passagem de nível com piso tátil em prol dos deficientes

Kawai defende passagem de nível com piso tátil em prol dos deficientes
Foto: Comunicação (3 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Kawai defende passagem de nível com piso tátil em prol dos deficientes

Kawai defende passagem de nível com piso tátil em prol dos deficientes
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Kawai defende passagem de nível com piso tátil em prol dos deficientes



O primeiro secretário da Câmara de Vereadores de Piracicaba, Pedro Kawai (PSDB), na 56ª reunião ordinária da última quinta-feira (27) apresentou o projeto de lei 260/2018, que segue para análise das comissões internas, onde o parlamentar pretende a disciplina e instalação de passagem em nível com piso tátil para travessia de pedestres em frente a escolas, unidades de saúde e entidades que atendem pessoas com deficiência do município.
 
Pelo projeto, na frente das escolas, unidades de saúde e entidades que atendem pessoas com deficiência, localizadas neste município, serão instaladas passagem em nível com piso tátil com o intuito de reduzir a velocidade dos veículos e proporcionar maior acessibilidade aos transeuntes.
 
O projeto refere-se como passagem em nível com piso tátil, a faixa de pedestre instalada em via pública em material próprio para o tráfego de veículos, com revestimento diferenciado e cores contrastantes para melhor visualização do motorista.
 
Deve conter uma faixa acessível bem definida e sinalizada, com pisos táteis de alerta e direcional, onde a utilização for autorizada, e transmitir segurança principalmente ao deficiente visual.
 
Na defesa do projeto, o vereador demonstra que o intuito é proporcionar maior segurança e acessibilidade aos pedestres, sendo que as passagens de nível constituem-se em uma maneira eficiente de se garantir ao pedestre exclusividade de passagem em vias de grande circulação de veículos. "Tais faixas assemelham-se a lombadas, porém podem conter a velocidade dos veículos, proporcionando assim, uma travessia mais segura ao pedestre", ressalta o parlamentar.
 


Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: Trânsito e TransportesPedro Kawai

Notícias relacionadas