PIRACICABA, DOMINGO, 22 DE JULHO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

27 DE MARÇO DE 2018

Vereadores denominam praça do loteamento Residencial Moinho Vermelho


Projeto de lei, de Matheus Erler e Ronaldo Moschini, foi aprovado nesta segunda-feira



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (1 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Erler é um dos autores do projeto de lei aprovado nessa segunda-feira

Erler é um dos autores do projeto de lei aprovado nessa segunda-feira
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (2 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Moschini é um dos autores do projeto de lei aprovado nessa segunda-feira

Moschini é um dos autores do projeto de lei aprovado nessa segunda-feira
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Erler é um dos autores do projeto de lei aprovado nessa segunda-feira


O Sistema de Lazer I do loteamento Residencial Moinho Vermelho, no bairro Conceição, fica denominado de praça "Professor José Carlos Mendonça de Souza". A iniciativa deu-se por meio do projeto de lei 313/2017, aprovado na 15ª reunião ordinária, realizada nesta segunda-feira (26), de autoria dos vereadores Matheus Antonio Erler (PTB) e Ronaldo Moschini (PPS).

José Carlos Mendonça de Souza nasceu em 8 de dezembro de 1936, filho de José de Souza e Deborah Assumpção Mendonça de Souza. Durante a adolescência trabalhou na Estrada de Ferro, como sinaleiro, e concluiu o ginásio e parte do curso científico em escola da rede estadula e em escola militar.

Em 1958 entrou na Escola de Especialistas de Aeronáutica, para Formação de Sargento, na especialidade "desenhista", em Guaratinguetá (SP). Com a especialização, recebeu promoção de graduação para terceiro sargento. Dois anos depois, foi incluído no estado efetivo da escola e classificado na Seção de Serviços Escolares, no efetivo da Companhia de Comando.

Em 1962 cursou Economia na Faculdade de Ciências Econômicas, em Bauru. Concluiu, em 1968, a pós-graduação em Administração de Empresas, pela Escola de Adminstração de Empresas de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas.

Recebeu o convite para lecionar na Faculdade de Ciências Econômicas, Contábeis e Administração de Empresas, do Instituto Educacional Piracicabano, em Piracicaba, ainda no mesmo ano. Em 1969, trouxe a família para morar na cidade, enquanto trabalhava, também, no Grupo Dedini.

No mesmo ano, assumiu a direção da faculdade, permanecendo até 1970. Um ano depois, foi nomeado pelo então prefeito, Cássio Paschoal Padovani, à comissão para proceder à abertura, apreciação e julgamento das propostas Técnicas e Financeiras apresentadas à Concorrência Pública 7/1971.

Cursou mais duas pós-graduações na Esalq USP (Escola Superior Agrícola Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo), Ciências Sociais Rurais, em 1972 e Economia, em 1973. Também concluiu o curso de Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia de São Paulo, em 1976.

Atuou como professor na Escola Técnica de Comércio e Ginásio "Dr. Fernando Costa", em Pirassununga (SP), na Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep) e na Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba.

Ingressou na Loja Maçônica de Piracicaba, com atuação na hospitalaria, em 1972. Em 1990 abriu empresa de consultoria e posteriormente, por meio de concurso público, assumiu o cargo de assessor legislativo, na Assembleia de Minas Gerais, firmando estadia em Belo Horizonte.

Foi para a cidade de Chuí (RS) para exercer o cargo de aduaneiro, por meio de concurso público. Em 1998, conseguiu transferência para a Delegacia de Piracicaba. Em 2005, pela Unimep, formou-se em Direito.

Faleceu em 9 de julho de 2017.



Texto:  Lucas Lima
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: LegislativoRonaldo MoschiniMatheus Erler

Notícias relacionadas