PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

16 DE MARÇO DE 2018

Treze vereadores acompanham entrega do Hospital Regional


Obra iniciada em 2010 foi entregue na manhã desta sexta-feira pelo governador Geraldo Alckmin



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Sidney Jr (estagiário) (1 de 14) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Sidney Jr (estagiário) (2 de 14) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Sidney Jr (estagiário) (3 de 14) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Sidney Jr (estagiário) (4 de 14) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Sidney Jr (estagiário) (5 de 14) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (6 de 14) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (7 de 14) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (8 de 14) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (9 de 14) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (10 de 14) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (11 de 14) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Sidney Jr (estagiário) Salvar imagem em alta resolução

Treze vereadores participaram na manhã desta sexta-feira (16) da entrega do Hospital Público Regional Dra. Zilda Arns, no bairro Garças, que estará em funcionamento a partir da próxima terça-feira (20). Os parlamentares destacaram a importância do espaço, que será referência em média complexidade cirúrgica na região, atendendo diretamente 26 municípios. O ato teve a presença do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Iniciadas em 2010, as obras do Hospital Regional deveriam ser concluídas em 2012. Em 2013, a Câmara passou a cobrar pelo funcionamento do espaço, por meio de projetos de leis, moções e requerimentos. Em 2016, a prefeitura chegou a entregar as obras, que, no entanto, não puderam estar disponíveis em função de exigências do Governo do Estado de São Paulo de reforço no sistema de climatização dos ambientes.

Secretário estadual da Saúde, David Everson Uip apresentou os números do hospital, cuja gestão está aos cuidados da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), via Fascamp (Fundação da Área da Saúde de Campinas). São 138 leitos e 400 profissionais em atuação até o final de 2018. Para mantê-lo em funcionamento, o Estado reservou, no Orçamento deste ano, R$ 35,8 milhões, valor que salta para R$ 47,8 milhões no ano seguinte. Com isso, será possível 3.300 internações hospitalares até dezembro e 5.200 internações em 2019.

Segundo o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, é papel da universidade pública cuidar dos cidadãos e formar gerações. Nesse sentido, lembrou ele, oferecer saúde pública de forma acessível é indispensável. Ele declarou que a instituição recebeu 15 mil candidatos para preencher as primeiras vagas. “Tem sido um desafio. O que foi feito aqui, é impressionante. É um hospital de altíssima qualidade”, disse, ao lembrar que o contrato foi assinado com o Estado em 24 de novembro e já havia equipes em atuação em 4 de dezembro.

“O sonho acabou”, definiu, logo no início de seu pronunciamento, o prefeito Barjas Negri (PSDB). Segundo ele, a luta por um hospital público na cidade dura pelo menos 40 anos. O prefeito agradeceu a Câmara pelo empenho em todo o processo. “A Câmara e seus vereadores tiveram a responsabilidade de aprovar no Orçamento do município a dotação para a construção. Se a Câmara auxiliou, a sociedade civil organizada de Piracicaba se organizou da melhor maneira possível”, declarou.

Alckmin informou que inicialmente entrarão em funcionamento 60 leitos, sendo 30 cirúrgicos, 20 clínicos e 10 de UTI adulto, além de quatro salas cirúrgicas e os atendimentos ambulatoriais. "A estimativa é que, apenas este ano, sejam feitas 18.600 consultas, 11 mil exames, mais de 2 mil internações e 1.200 cirurgias. O importante é que vai prestar serviço gratuito e de qualidade."

A cerimônia também teve a presença dos deputados estaduais Roberto Morais e Aldo Demarchi, além da diretora executiva do Hospital Regional, Gisela Onuchic. Da região, compareceram prefeitos das cidades de Charqueada, Águas de São Pedro, Mombuca, Capivari, Rio Claro, Ipeúna, Rio das Pedras e Anhembi.

Confira a declaração dos vereadores presentes na inauguração:

Matheus Erler (PTB), presidente da Câmara
É motivo de muita alegria estar aqui hoje, no hospital que é uma conquista de Piracicaba, mas que não se restringe somente à população de Piracicaba. Que vai atender várias cidades da região, é um anseio de toda a sociedade. Nós sabemos que o déficit de vagas é enorme e o da Saúde também é gigantesco. Por isso, esse hospital, hoje, vem ao encontro do que a sociedade quer. A sociedade quer mais saúde, mais vagas e mais leitos.

Pedro Kawai (PSDB), primeiro secretário da Mesa Diretora
É uma conquista gigantesca, não apenas para Piracicaba, mas para toda a região. É um investimento em saúde que só foi possível devido às parcerias entre o município e o Estado, em que Piracicaba só tem a ganhar. É um momento histórico, em que a cidade demonstra o seu DNA de preocupação.

André Bandeira (PSDB), segundo secretário da Mesa Diretora
É uma enorme satisfação essa data. A entrega do hospital é histórica para Piracicaba e região. Faz algum tempo que a gente luta por este hospital, Piracicaba investiu recursos, a Câmara investiu, batalhou, aprovou os projetos e recursos investidos aqui. E hoje se torna realidade, sendo entregue a população da nossa cidade de Piracicaba em prol da saúde da nossa região.

Aldisa Marques, o Paraná (PPS)
É um prazer participar da inauguração do Hospital Regional para a população de Piracicaba. A nova estrutura vai desafogar o SUS, facilitando para pessoas que precisam do serviço de saúde. Além da Câmara, essa obra teve o apoio da população. Todos trabalhamos em conjunto.

Francisco Roncatto (PSD)
Esperávamos essa obra há muitos anos e ela vai ajudar a desafogar a falta de leitos na região, colaborando ainda com o atendimento da Santa Casa e do Hospital dos Fornecedores de Cana. Por ora, é muito bem-vindo!

Gilmar Rotta (PMDB)
É um importante momento, uma conquista de muitos anos, porque a questão da Saúde é prioritária. O funcionamento vai ser gradativo, até que se atinja a capacidade, a condição máxima de atendimento. Será um avanço para nossa cidade, já que vários procedimentos serão realizados aqui.

Isac Souza (PTB)
Para nós é de uma importância gigantesca. Esperamos que ajude no sistema de saúde dos demais hospitais, como o Hospital Fornecedores de Cana e a Santa Casa de Misericórdia, atenuando a procura por estes hospitais pelos procedimentos que aqui serão realizados. Estamos muito felizes, contentes e ansiosos para que, de fato, isso cause um impacto mais rápido o possível para toda nossa região.

José Aparecido Longatto (PSDB)
É uma obra arrojada, de um prefeito visionário e que foi pressionado por todos os segmentos da sociedade para melhorar especialmente as áreas de educação, segurança e educação. É uma obra que exigiu alto investimento e que podemos chamar hoje de patrimônio de Piracicaba.

Marcos Abdala (PRB)
Piracicaba, hoje, mesmo diante de todas as dificuldades que passa, ainda é, na nossa região, uma cidade que atende muito bem. O SUS nos coloca em segundo lugar em atendimento. A cidade atendeu em 2017, 1,1 milhão de atendimentos na nossa rede de saúde. Então, vai atender em cheio nossa necessidade, vai melhorar, ampliar Piracicaba e região.

Nancy Thame (PSDB)
A gente tem um momento histórico hoje, com a questão da Saúde em um programa regional. E, realmente, com a inauguração, temos algumas frentes abertas para a população, para ajudar a corrigir o déficit da saúde, não só em Piracicaba, como nos outros municípios. Mais do que isso, a parceria com a Unicamp, uma universidade renomada, com a sua faculdade de medicina, com os residentes, traz uma outra energia, um outro momento para a Saúde do município. Está de parabéns o prefeito, o governador e todos que estão empenhados nesta parceria.

Osvaldo Schiavolin, o Tozão (PSDB)
É uma satisfação para Piracicaba receber esse hospital, que é um trabalho de quando nem estava aqui ainda, como vereador. Agora, recebemos de bandeja uma estrutura com muitas funções. Especificamente, é um alívio, agora de médicos e de leitos hospitalares em Piracicaba. Com certeza, Piracicaba e região receberam um prêmio em 2018, uma Mega-Sena.

Paulo Henrique Paranhos Ribeiro (PRB)
A inauguração é uma vitória para Piracicaba, para população, tanto da cidade quanto da região, porque é uma coisa que vai ajudar muito todos que precisam de um hospital como este.

Wagner Oliveira, o Wagnão (PHS)
Estamos satisfeitos porque é um sonho que virou realidade. É um empreendimento, um hospital de suma importância para nós de Piracicaba e toda a região. É o que Piracicaba aguardava há 40 anos, como disse o prefeito Barjas Negri. Agora, cabe a nós estarmos sempre aqui, monitorando para que funcione da melhor forma possível, o que acredito que vai acontecer, visto que é a Unicamp que está administrando.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583 Lucas Lima


Tópicos: SaúdeAndré BandeiraJosé LongattoPaulo HenriqueGilmar RottaMatheus ErlerPedro KawaiIsac SouzaNancy ThameMarcos AbdalaOsvaldo SchiavolinAldisa MarquesWagner OliveiraChico Roncato

Notícias relacionadas