PIRACICABA, DOMINGO, 24 DE JUNHO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

10 DE ABRIL DE 2018

Trevisan verifica funcionamento de canil e gatil municipal


Parlamentar visitou o local na manhã desta terça-feira (10)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (1 de 11) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 11) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (3 de 11) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (4 de 11) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (5 de 11) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (6 de 11) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (7 de 11) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (8 de 11) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (9 de 11) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (10 de 11) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Cuidar da integridade, saúde e bem-estar dos animais de rua é uma das linhas de atuação do vereador Laércio Trevisan (PR), que acredita que essa causa “é uma questão de saúde pública, já que o animal não tem a quem pedir socorro”. Para ele, “cabe ao ser humano, sobretudo a quem trabalha na administração pública, que a causa tenha visibilidade”.

Na manhã desta terça-feira (10), o vereador visitou o canil e o gatil municipal para conferir o funcionamento dos processos de resgate, recolhimento e castração oferecidos pela unidade.

O veículo apropriado, utilizado para o resgate dos animais abandonados ou atropelados, assim como a construção do gatil, é um pedido antigo do parlamentar ao Executivo. Por meio do requerimento 945/2013, Trevisan cobrou melhorias para a estrutura operacional da unidade.

“O gatil foi um pedido ao secretário de Saúde, Pedro Mello, que se comprometeu em construir um ambiente que também atendesse gatos. Na época, foram coletadas 7.500 assinaturas em um prazo de 30 dias”, explicou o parlamentar.

No setor de castração do canil, que segundo o vereador “evita a procriação e o crescimento desordenado de animais na cidade”, são disponibilizadas 140 vagas por semana.

Etecles Mendes, médico veterinário responsável pelo local, explicou que as castrações são agendadas através do SIP (Serviço de Informação à População) 156 e que também existem vagas designadas aos protetores de animais e entidades que envolvem os animais recolhidos por maus-tratos. Segundo o médico veterinário, “são realizadas cerca de 500 castrações por mês, com uma média de 30 animais castrados por dia”.

O aposentado Cláudio Volpato, que levou seu cachorro para ser castrado, afirmou que o trabalho realizado pelo canil é "excepcional” e que não têm palavras para falar do atendimento do pessoal do canil. "A castração realizada é perfeita”.

“É importante que a sociedade saiba que tanto o canil quanto o gatil disponibilizam vários animais para adoção depois de receberem cuidados, serem castrados e vermifugados”, ressaltou Trevisan. Segundo ele, “a adoção é necessária para que outros animais possam ser recolhidos e reabilitados”.

Para o processo de adoção, Etecles disse que “a principal orientação dada é para que a pessoa se proponha a cuidar do animal para o resto da vida dele”, e explica que “isso implica em alguns cuidados especiais e gastos”. A pessoa interessada em adotar deve apresentar CPF e RG, comprovante de residência atualizado e ser maior de 18 anos.

“Não compre, adote”, pediu Trevisan.

SERVIÇO - O canil e gatil municipal atendem ao público de segunda à sexta-feira, das 9h às 15h, aos sábados, das 8h30 às 10h30 e de 12h às 14h30. Castrações são agendadas através do SIP (Serviço de Informação à População), pelo número 156.



Texto:  Maira Bacellar
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Revisão:  Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: CidadaniaLaércio Trevisan Jr

Notícias relacionadas