PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 17 DE JANEIRO DE 2019 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

30 DE NOVEMBRO DE 2018

Subtenente apresenta destaques do trabalho à frente do Tiro de Guerra


Luiz Fernando Barbosa Ferreira comandou por dois anos a corporação e agora vai para Brasília; subtentente Wolmer Luiz de Oliveira Santos será o sucessor.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Subtenente Barbosa ocupou a tribuna durante a reunião ordinária desta quinta-feira






Prestes a encerrar seu ciclo à frente do Tiro de Guerra de Piracicaba, o subtenente Luiz Fernando Barbosa Ferreira apresentou um resumo do trabalho realizado na corporação, ao ocupar a Tribuna Popular durante a 71ª reunião ordinária, nesta quinta-feira (29). Ele está de transferência para Brasília (DF), onde passará a integrar o Departamento de Engenharia do Exército Brasileiro.

Barbosa, que será sucedido na função pelo também subtenente Wolmer Luiz de Oliveira Santos, ficou dois anos no comando do Tiro de Guerra em Piracicaba. "Agradeço a esta Casa, todas as vezes fomos muito bem recebidos por todos. Nas votações, sempre observaram com muito carinho o Exército Brasileiro. Peço que continuem prestigiando o Tiro de Guerra, que depende muito, sim, desta Casa. Vocês votam o Orçamento; para o ano que vem, conseguimos colocar algo a mais em recursos para a manutenção das instalações, que estão um pouco precárias", disse Barbosa, salientando que a conservação da sede "depende muito do Poder Público".

Ele ressaltou que cerca de 3.200 jovens se alistam todos os anos ao Tiro de Guerra e que, para 2019, há a expectativa de que 100 sejam incorporados. A gama de projetos desenvolvidos destacados por Barbosa inclui o "Missão Verde Oliva", de plantio de árvores, e a "Campanha do Agasalho", que em 2018 recolheu cerca de 8.500 peças. As atividades também abrangem doação de sangue, desfiles dos atiradores em outras cidades, arrastão ecológico e envolvimento com esportes como basquete, judô e futebol.

"O Tiro de Guerra é de todos vocês. Quero agradecer a toda esta Casa, dizer que foi uma honra ficar na cidade. Não sou piracicabano de nascimento, mas de coração. Vocês todos fazem parte do fruto deste trabalho", afirmou Barbosa, que, em seguida, recebeu elogios dos vereadores.

"Barbosa tornou-se um querido nosso. Mudou a cara do Tiro de Guerra na cidade: não que antes não tivesse prestado relevantes serviços, mas a ação dinâmica dele mudou a cara do Tiro de Guerra aqui", disse Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (PPS), qualificando Barbosa de "pró-ativo" e alguém "que faz a diferença na comunidade".

"Parabenizo-o pela gestão à frente do Tiro de Guerra. Plantou muito aqui e quem colherá serão as pessoas que residem na cidade. Passou dois anos aqui e deixou um legado. Desejo-lhe muito sucesso em Brasília", declarou Matheus Erler (PTB).

"Barbosa foi um diferencial. Quando entrei como vereador, meu gabinete teve vários pedidos de pessoas para que seus filhos fossem dispensados do Tiro de Guerra; neste ano, nenhum pedido. Isso foi o que mais me alegrou", comparou Osvaldo Airton Schiavolin, o Tozão (PSDB).

"Agradeço a Barbosa tudo o que fez na cidade. Tenha boa sorte e que Wolmer continue o trabalho em Piracicaba", afirmou Wagner Alexandre de Oliveira, o Wagnão (PHS).

"Elogiar Barbosa é chover no molhado, pois sabe todo o carinho que tenho por ele. Fui 11 anos instrutor do Tiro de Guerra, entre 1971 e 1981, e acompanho até hoje. O Tiro de Guerra sempre foi bem visto na cidade, sempre deu o melhor de si para a população", disse Carlos Gomes da Silva, o Capitão Gomes (PP).

"O Tiro de Guerra vem numa longa trajetória formando jovens cidadãos, que participam ativamente da sociedade piracicabana. A dinâmica que Barbosa e Wolmer deram foi fundamental: deixam um legado fora do comum para nós", observou Pedro Kawai (PSDB), que integrou a corporação.

"Como ex-atirador, em 1979, tive uma pasagem que fez muita diferença na minha vida, com civismo, patriotismo e grandes aprendizados. O Tiro de Guerra sempre foi bem visto, é exemplo para a cidade", comentou Ronaldo Moschini (PPS).

"Parabenizo Barbosa pela excelente gestão à frente do Tiro de Guerra. Desejo boa sorte e faço votos de que Brasília o acolha da mesma forma como Piracicaba", disse Paulo Campos (PSD).

"Pelo contato que tive com Barbosa, logo já deu para perceber a postura dele em situações do município nas quais o Tiro de Guerra foi envolvido", declarou Isac Souza (PTB).

"Quando fui atirador, em 1994, o Tiro de Guerra já tinha uma boa visão [na sociedade]. A cada 10 pessoas, 8 veem com muito bons olhos as Forças Armadas, isso graças a pessoas como Barbosa", afirmou André Bandeira (PSDB), citando pesquisa.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoAndré BandeiraCarlos Gomes da SilvaRonaldo MoschiniMatheus ErlerPaulo CamposPedro KawaiIsac SouzaAdriana NunesOsvaldo SchiavolinWagner Oliveira

Notícias relacionadas