PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 18 DE OUTUBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

06 DE ABRIL DE 2016

Sobre as Ruas de Piracicaba 1861


Matadouro, atas dos trabalhos da câmara, evidências das ruas.



EM PIRACICABA (SP)  

Salvar imagem em alta resolução

Ruas de Piracicaba | ACP.



A Comissão de Obras Públicas foi favorável à nova escolha do terreno para a edificação do rancho do novo matadouro, preferindo, pela abundância de água, maior largueza para se tratar com o gado, mais arejado, o local denominado “Pedreira”. Ao que tudo indica, trata-se do início da rua do Rosário, onde o matadouro municipal esteve até meados de 1911. Por esta e outras atas dos trabalhos da câmara, compreende-se que o centro da cidade, por volta de 1861, abrangia as seguintes ruas, acompanhando o rio: da Bica, (Rosário); Pau Queimado, (Alferes José Caetano); Santo Antônio, Comércio, (Governador Pedro de Toledo); e Glória, (Benjamim Constant) e travessas: das Flores, (13 de Maio), Pescadores, (Prudente de Morais), São José, Direita, (Morais Barros), e Quitanda, (XV de Novembro). As outras ruas ou quarteirões eram designadas Pelos “figurões” que nelas residissem.

Fonte: HPQ - pág. 398 - volume I.



Texto:  Fábio Bragança


Tópicos: O Dia na História

Notícias relacionadas