PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 22 DE NOVEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

31 DE OUTUBRO DE 2017

Pedro Kawai aborda decisão judicial que limita atuação de enfermeiros


Conforme decisão judicial, enfermeiros estão proibidos de prescrever medicação, realizar consultas e marcar exames, o que gerou revolta na categoria.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Pedro Kawai aborda decisão judicial que limita atuação de enfermeiros




O primeiro secretário da Câmara de Vereadores de Piracicaba, Pedro Kawai (PSDB) ocupou a tribuna da Câmara, na 63ª reunião ordinária de ontem (30), por 10 minutos para destacar decisão do juiz federal, Renato Boreli, em atendimento ao Conselho Federal de Medicina, proferindo decisão, no último dia 27, que proíbe enfermeiros prescrever medicamentos, realizar consultas e solicitar exames, sendo que a decisão gerou paralisação parcial dos atendimentos em Piracicaba, atrasou consultas, fazendo a população sentir os efeitos causados pela restrição.  Depois de dias de protestos, não só aqui em Piracicaba, bem como em todo Brasil, a liminar foi derrubada pelo Tribunal Regional da Primeira Região, sendo que ela está suspensa até o julgamento do mérito do processo.  

Conforme determinação da secretaria municipal de Saúde, todas as atividades foram retomadas e a população continua sendo normalmente atendida nas unidades de saúde, com reconhecida qualidade. Como presidente da Comissão de Saúde, Pedro Kawai diz que está acompanhando um pouco desta situação, considerando que foi uma liminar que trouxe muitos problemas, sendo que diversos vereadores recebem reclamações de agendamentos que estavam feitos para coletas de exames, sendo que principalmente do papa nicolau, que depois foram reagendados, para meses depois, por conta desta liminar.

Kawai enfatizou que a solicitação de exames de rotinas e complementares é uma realidade consolidada no Brasil deste o ano de 1997, quando foi editada a resolução  do Cofem (Conselho Federal de Enfermagem), número 195, do ano de 1997, que está em vigor, dando competência na atuação dos enfermeiros, além de leis e portarias do Ministério da Saúde, que respaldam estes profissionais.

Kawai defendeu uma discussão mais ampla, que possa garantir os interesses dos médicos e também garantir a atuação dos enfermeiros. "A atenção básica é movida com base na atuação da enfermagem, pois fazem um trabalho de relevância, o que triplicaria as agendas dos médicos nas unidades básicas de saúde para atender a grande demanda, que cresce a cada dia, pelo atendimento do SUS no Brasil", disse.

Segundo Kawai, na perspectiva da Agência Nacional de Saúde, a previsão é que 2017 feche o ano com a perda de mais de 10 mil planos privados de saúde, em Piracicaba, que devem recorrer ao SUS, num crescimento gigantesto, que deve repercutir bastante na cidade, sendo que medidas como estas, do Conselho Federal de Medicina deveria ser evitada em função dos graves problemas ocasionados à população.

O vereador também aproveitou sua participação na tribuna da Câmara para enaltecer o dia do funcionalismo público, 28 de outubro e, da festa promovida pelo Sindicato dos Municipais, na sede da entidade, rua Ipiranga, em reconhecimento a esta categoria, que nem sempre é reconhecida pela população. "Em todo canto do município e do país, temos um servidor público nos atendendo para que possamos ter um serviço de qualidade", disse.

Encerrando suas considerações, o vereador Pedro Kawai destacou evento do Instituto Formar, na exposição fotográfica "Um olhar por detrás do palco", de 6 a 30 de novembro, de fotos clicladas através da música no cinema, por Felipe Salveiro, em 19 de junho, no Teatro do Sesi, com abertura da exposição na sede do Instituto, dia 6 de novembro, mostrando os bastidores que acontecem nas coxias dos teatros.

Kawai ainda reforçou convite, para o dia 11 de novembro, em atividades na estação da Paulista, em campanha na coleta de sangue para o antígeno prostático específico (PSA), para o novembro azul e também com relação a exames do diabetes. Além de fazer alerta especial aos homens, sobre o temor de fazer o exame, sendo que hoje, pelo PSA, nem todos precisam passar pelo toque.

 

 

  

 

 



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoPedro Kawai

Notícias relacionadas