PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 20 DE SETEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

20 DE MARÇO DE 2018

Os poderes não podem estar distantes do povo, diz Nancy Thame


Vereadora alertou sobre a necessidade de a nova política captar os anseios sociais



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Vereadora ocupou a tribuna da Câmara na 13ª reunião ordinária






Pegando gancho no depoimento do jornalista e escritor Cecílio Elias Netto, que esteve na Câmara nesta segunda-feira (19) para receber moção de aplausos, a vereadora Nancy Thame (PSDB) ocupou a tribuna para alertar sobre a necessidade de a nova política captar os anseios sociais. Ela acredita que o momento atual é caracterizado pela mudança de paradigmas. 

"O nosso homenageado de hoje pelo Capitão Gomes falou sobre a tragédia da civilização. Eu realmente acredito e concordo que estamos em um momento de transformação, mas não devemos enxergar isso como algo negativo. Realmente, estamos pensando em valores e novas formas de fazer política", declarou Nancy.

Para a vereadora, Piracicaba é dotada de uma "riqueza institucional" peculiar e é preciso dar o devido valor ao fato, incluindo o potencial na área da educação, com sua escolas, universidades e cursos técnicos.

Presidente da Comissão do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara, Nancy participou da reunião do GMEA (Grupo Multidisciplinar de Educação Ambiental), que trabalha para a estruturação do Plano Municipal de Educação Ambiental. "Sugeri a suspensão do expediente de alguma sessão, para que o grupo venha e nos apresente informações", disse.

Educação ambiental não diz respeito apenas ao meio ambiente, lembrou a vereadora, por isso a correlação com o discurso de Cecílio Elias Netto sobre a "tragédia da civilização". Para ela, é preciso pensar nas novas gerações e nas políticas estruturantes, em um diálogo multisetorial de políticas públicas compartilhadas, como tem feito o GMEA ao propor o diálogo sobre o Plano Municipal de Educação Ambiental. "Enfrentar as desigualdades que a gente tem no município é complexo, mas é ato de coragem, para instalar um processo educador diferente e ambiental, que é estruturante."

Nancy acredita que os vereadores são desafiados a "abrir a Casa" para a população. Como caminho, ela destaca a necessidade de diálogo. "Temos, sim, colaborado bastante", opiniou, ao listar na sequência os fóruns, audiências públicas e debates. "A população tem que saber e tem que ter o espaço para dialogar. Os poderes não podem estar distantes do povo."

 



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoNancy Thame

Notícias relacionadas