PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 19 DE SETEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

14 DE SETEMBRO DE 2018

Lair critica empresa Ambiental por falta de coleta de lixo em bairros


Questionada pelo vereador, responsável pelo serviço na cidade alegou "problema interno" para falha que afetou a região que abrange o Mário Dedini e o Parque Piracicaba.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Lair Braga ocupou a tribuna na reunião ordinária desta quinta-feira




A ausência de coleta de lixo entre a última sexta (7) e segunda-feira (10) na região dos bairros Mário Dedini e Parque Piracicaba (Balbo) motivou críticas do vereador Lair Braga à empresa Piracicaba Ambiental. O parlamentar ocupou a tribuna durante a 52ª reunião ordinária, nesta quinta-feira (14).

Quando questionada por Lair Braga, a justificativa repassada pela empresa contratada pela Prefeitura para prestar o serviço na cidade foi de que houve um "problema interno", que impediu a coleta de lixo na área abrangida pelos dois bairros.

"Pergunto: o que a população tem a ver com 'problema interno' da Ambiental? O que a sociedade tem a ver com a falta de coleta de lixo nos bairros Mário Dedini, Balbo e adjacências ––entenda-se 'periferia', onde estão aqueles que não têm voz?", indagou o vereador.

Lair Braga aproveitou para recordar o histórico de denúncias trabalhistas contra a Ambiental e a proposta da Prefeitura em permitir que a empresa passe a receber lixo gerado por municípios vizinhos de Piracicaba. "É essa mesma empresa que quer gerenciar o lixo que será coletado em mais de 30 cidades da região! Essa é a Ambiental, que tem uma funcionária que morreu há três anos e até agora não acertou os direitos trabalhistas com a família."

Ainda na tribuna, o vereador criticou que, ao contrário das árvores cortadas próximas à antiga fábrica da Boyes, na região da rua do Porto, outra falsa seringueira ––localizada na confluência das ruas Floriano Peixoto e José Pinto de Almeida––, destruída por fogo, ainda não foi removida por equipes da Prefeitura. "Até agora não foi cortada. Observem que onde se precisa não se realiza [o corte], sendo que ali está servindo para consumo de drogas e uso como banheiro", lamentou o parlamentar.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoLair Braga

Notícias relacionadas