PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 24 DE NOVEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

07 DE NOVEMBRO DE 2017

Lair Braga cobra urgência em análise de processo médico de GCMs


Moção de apelo 154/2017 foi aprovada em regime de urgência na 64ª reunião ordinária



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Guardas Municipais se encontram afastados após terem sido atingidos por arma de fogo.




O vereador Lair Braga (SD) teve a moção de apelo 154/2017 aprovada em regime de urgência na 64ª reunião ordinária. A propositura é destinada ao Semst (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho), para que o órgão analise com máxima urgência o processo que julga o acidente de trabalho ocorrido com Guardas Municipais alvejados ao tentarem impedir o assalto a um carro forte no município.

O guarda municipal Fernando Dias Lima e o inspetor Marcos Alexandre Pavanello Rodrigues estão preocupados com a possível interrupção em seus salários e benefícios devido à assiduidade, por estarem afastados após terem sido atingidos por arma de fogo, informou Lair Braga.

“Será que é justo os guardas perderem a assiduidade, cesta básica e benefícios? Essa lei trabalhista é uma lei tirana, esdrúxula, que precisa ser revista. Não é possível que o funcionário público não possa ficar doente. Eles não estavam lá porque queriam”, disse o parlamentar, que ocupou a tribuna para manifestar sua indignação.

Os vereadores Matheus Erler (PTB), Wagner Oliveira (PHS), Laércio Trevisan Jr. (PR) e Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes (PPS) também reconheceram a importância da moção. Lair Braga solicita que a moção de apelo seja entregue à diretora e ao coordenador do Sesmt, Edenise Aparecida Giusti e Rubens Cenci Motta.



Texto:  Maira Bacellar
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoLair Braga

Notícias relacionadas