PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 20 DE JULHO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

20 DE JUNHO DE 2018

De autoria de Moschini, moção de apelo pede 30 horas para enfermagem


Por unanimidade dos presentes, vereadores somaram forças por projeto da Assembleia do Estado que prevê diminuição na jornada de trabalho



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Moção de apelo 85/2018 foi aprovada na 36ª reunião ordinária.




De autoria do vereador Ronaldo Moschini (PPS), a moção de apelo 85/2018 pede a Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) aprovação do projeto de lei estadual 347/2018, que prevê a instituição de jornada estadual do trabalho de 30 horas para profissionais de enfermagem.

Aprovada na reunião ordinária desta segunda-feira (18), a propositura ressalta que 60% das ações de saúde são de responsabilidade da enfermagem, que representa 50% do quadro de 3,5 milhões de trabalhadores da área, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Moschini também reforça no texto do documento que a jornada de 30 horas, já implantada em diversas localidades, verificou a redução de faltas e de falhas dos profissionais, que demonstram diminuição no nível de sobrecarga e estresse. A moção de apelo será encaminhada ao presidente da Alesp, o deputado Cauê Macris.

O parlamentar agradeceu a votação unânime da moção e informou que a luta pelas 30 horas já é antiga e que atualmente está tramitando “na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), na Comissão de Cidadania Redação e Justiça, para que possa ter sua averiguação e avaliação e depois venha à plenário para sua votação”.

“Essa conquista é importante, visto que muitos enfermeiros encontram-se doentes, com problemas de saúde, frente a exaustão que vêm sofrendo. Muitos deles depressivos e precisamos ter enfermeiros em condições para atenção aos nossos pacientes”, complementou Moschini.

Pela ordem, o vereador Gilmar Rotta (MDB) parabenizou Ronaldo Moschini por apresentar a moção de apelo e disse que “é uma reivindicação antiga de toda categoria”. O parlamentar afirmou que “essa Casa de Leis tentou algumas vezes fazer com que o município atendesse isso mas não conseguiu” e acredita que agora, “pelo governo do Estado de São Paulo, pela Assembleia Legislativa, essa legislação possa vir de cima para baixo”. 

O vereador Pedro Kawai (PSDB) também parabenizou Ronaldo Moschini e relembrou que “esta casa também foi palco dessa reivindicação, como disse o vereador Gilmar. Se não me falha a memória, há uns três ou quatro anos atrás que essa luta já vem aqui em Piracicaba”. Kawai se colocou à disposição e disse que “é muito importante esse movimento, afinal de contas uma regulamentação que vem do servidor é sinal que foi muito bem estudada, planejada e é extremamente necessária”.  

 

 



Texto:  Maira Bacellar
Supervisão:  Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: LegislativoRonaldo MoschiniGilmar RottaPedro Kawai

Notícias relacionadas