PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 12 DE DEZEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

19 DE SETEMBRO DE 2018

Coronel Adriana entrega moções de apelo ao governador paulista


Proposituras aprovadas pela Câmara solicitam instalação de um posto de atendimento da SPPrev, extensão de meia-entrada a PMs e contratação de mais agentes para escolta.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução


A vereadora Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (PPS), entregou pessoalmente ao governador de São Paulo, Márcio França (PSB), as moções de apelo 94, 102 e 105/2018, todas de sua autoria. A parlamentar destacou a importância dos pedidos na conversa com o chefe do Executivo paulista.

Aprovadas pela Câmara, as moções solicitam a instalação de um posto de atendimento da SPPrev (São Paulo Previdência) no Poupatempo Piracicaba, a extensão do benefício de meia-entrada para policiais militares em espaços culturais e de lazer e a contratação de agentes de escolta e vigilância penitenciária na região do CPI-9 (Comando do Policiamento do Interior).

Após a entrega das moções, que ocorreu em encontro no último dia 2, Coronel Adriana disse esperar que os pedidos sejam atendidos. "Nossa população espera por respostas e eu, como representante dos cidadãos, farei tudo o que está ao meu alcance. Estou buscando melhorias e espero que consigamos trazer para Piracicaba resultados positivos", explicou.

SAIBA MAIS - A instalação de um posto de atendimento da SPPrev no Poupatempo Piracicaba, salienta a vereadora na moção 94/2018, colaboraria com a agilidade nos processos de pedido, revisão de aposentadorias e demais serviços oferecidos pela autarquia aos servidores públicos civis e militares aposentados ou pensionistas da região.

Na moção 102/2018, Coronel Adriana pede a extensão do benefício de meia-entrada em programas culturais a policiais militares e civis do Estado.

Sobre a moção 105/2018, segundo a vereadora, o número de escoltas aumentou em 25% de 2016 para 2017, totalizando 1.790 para a penitenciária de Piracicaba, evidenciando a necessidade de aumentar o número de agentes atuantes para essa função, visto que policiais são retirados do policiamento ostensivo para fazer escoltas. O último concurso público para agente, que foi aberto em novembro de 2014 e visava à contratação de 1.500 agentes, ainda não foi homologado, observa a parlamentar.



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Ricardo Vasques - MTB 49.918


Tópicos: LegislativoAdriana Nunes

Notícias relacionadas