PIRACICABA, SÁBADO, 21 DE SETEMBRO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

16 DE AGOSTO DE 2019

Situação do Crab da Vila Sônia e UPAs de Piracicaba é foco da mídia


A condição da saúde pública volta a ser criticada pelo vereador Trevisan Jr. ao apontar problemas que repercutiram na edição regional de emissora de TV regional



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Situação do Crab da Vila Sônia e UPAs de Piracicaba é foco da mídia






A saúde pública de Piracicaba foi o primeiro assunto que o vereador Laércio Trevisan Jr. (PL) abordou na 41ª reunião ordinária de ontem (15) ao ocupar a tribuna da Câmara, nos 10 minutos a que cada parlamentar tem para assuntos diversos.

"Essa é a situação no Crab da Vila Sônia e nas UPAs de Piracicaba, em que o povo continua sofrendo, onde as pessoas esperam quatro, cinco horas para serem atendidas. Que qualidade de saúde é essa?", questionou o parlamentar.

Trevisan Jr. também falou do Parque do Mirante, de uma situação em que não pode ser considerada ato de vandalismo, mas de abandono do Parque, porque não se cuida, onde se tirou o posto fixo da Guarda Civil e, agora não se tem manutenção. Porquê o órgão público não cuida?. Essa é uma realidade na cidade", indagou.

O parlamentar também falou de participação no programa Comentaristas, da rádio Educadora, onde discorreu sobre política pública, principalmente na zeladoria e o serviço de limpeza na cidade.

Trevisan ainda informou que esteve na cerimônia preparatória de cadetes, em Campinas, em um ato muito bonito, com a presença de 440 pessoas de todo o Brasil, selecionadas perante 50 mil inscritos, sendo que dentre estes, 30 são mulheres.

Trevisan Jr. também esclareceu sobre a Comissão de Estudos, que retornou os trabalhos no dia 7, e na semana que vem receberá o presidente do Semae, para prestar esclarecimentos de vários fatos.

Além de reiterar a importância de viaturas para o pelotão rural, porque os assaltos na zona rural são frequentes, inclusive com vítimas. Também falou de conversa sobre o Baep (Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar), onde se espera que a prefeitura alugue um imóvel.

"O imóvel já tem, seria antes da Unimep, antiga faculdade de serviço social, e a prefeitura até agora não deu solução para o imóvel. Tem uma lei estadual que permite o convênio com o município. Vereador vai ao MP (Ministério Público) pedir apuração ao não cumprimento da lei federal, que é o Estatuto da Guarda Civil Municipal", concluiu Trevisan, que ainda comentou sobre buracos em frente da Esalq e problemas de ligações de rede de esgoto em empresas do Uninorte. 



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoLaércio Trevisan Jr

Notícias relacionadas