PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 3 DE ABRIL DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

14 DE FEVEREIRO DE 2020

Prefeito assina decreto por Hospital Veterinário público em Piracicaba


Demanda da Câmara, construção ficará a cargo do Estado, para quem município fez a cessão de terreno de 1,7 mil metros quadrados no Jardim Terra Rica III.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (1 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (2 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (3 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (4 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (5 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (6 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (7 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (8 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (9 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (10 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (11 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (12 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (13 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (14 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (15 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 (16 de 16) Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira
Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 Salvar imagem em alta resolução

Assinatura do decreto foi acompanhada por vereadores na tarde desta sexta-feira





Demanda que gerou pedidos da Câmara ao Executivo ao longo da última década, a abertura de um Hospital Veterinário público em Piracicaba ficou mais próxima, nesta sexta-feira (14), com a assinatura, pelo prefeito Barjas Negri (PSDB), do decreto que faz a cessão de uma área de 1,7 mil metros quadrados no Jardim Terra Rica 3 para que o governo paulista construa o prédio e o entregue para o município administrá-lo.

O presidente da Câmara, Gilmar Rotta (MDB), o vice, Pedro Kawai (PSDB), e o líder do governo no Legislativo, José Aparecido Longatto (PSDB), acompanharam o ato, no Centro Cívico, ao lado do secretário municipal de Saúde, Pedro Mello, do presidente do Ipplap (Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba), Arthur Ribeiro Neto, do deputado estadual Roberto Morais (CID) e de representantes do Conselho Municipal de Saúde e do Centro de Controle de Zoonoses.

Ao todo, dez hospitais veterinários serão construídos no Estado como parte do programa "Meu Pet", de apoio a ações e serviços voltados à defesa e saúde dos animais domésticos, incluindo vacinação e adoção responsável. Em Araçatuba (SP), onde a primeira unidade será erguida, o investimento do governo paulista chegará a R$ 3,2 milhões, o que inclui despesas com equipamentos.

O Estado prevê gastar mais de R$ 30 milhões em obras e equipamentos do programa. Cada hospital veterinário, que terá alcance regional, oferecerá serviços gratuitos como consultas, cirurgias e exames de ultrassom, raio-x e endoscopia. Com projeto que se repetirá nas localidades selecionadas (a fim de acelerar a entrega das obras, dentro de um prazo de 12 meses), cada unidade terá estrutura de 480 metros quadrados, com salas cirúrgicas.

Além disso, o "Meu Pet" prevê que a cada unidade serão repassados, como incentivo às ações de castração, R$ 150 por procedimento. Já a contratação de funcionários e o custeio das atividades assistenciais ficarão sob responsabilidade dos municípios atendidos. Pedro Mello observou que o modelo difere do que ocorreu com o Hospital Regional, em que, ao contrário do que será com o Veterinário, foi o município quem construiu o prédio e é o Estado quem o administra.

A "candidatura" de Piracicaba para ser uma das dez localidades contempladas com o Hospital Veterinário foi alavancada em outubro do ano passado em audiência, em São Paulo (SP), com o secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, da qual participaram Gilmar Rotta, Pedro Mello e Roberto Morais. Na reunião, foi discutida a proposta de parceria entre o município e o Estado para a construção da unidade ––o presidente da Câmara, na ocasião, se disse "otimista" com a possibilidade, vista "com bons olhos" pelo secretário.

Reverberando demanda de protetores e entidades que atuam na defesa dos animais, o Legislativo piracicabano, ao longo dos últimos anos, tem reivindicado a abertura de um hospital veterinário público na cidade. Em 2012, 2013 e 2017, o vereador Laércio Trevisan Jr. (PL) apresentou indicações solicitando a construção da unidade. O tema também foi abordado em requerimento deste ano de Lair Braga (SD) e em duas moções de apelo de 2019 de Trevisan e Longatto.

Gilmar Rotta lembrou a conversa que ele, Pedro Mello e Roberto Morais tiveram com o secretário estadual de Saúde em outubro passado e reforçou que "o Hospital Veterinário atenderá à demanda de organizações não-governamentais e pessoas ligadas à proteção dos animais". "É o que faltava para que Piracicaba estivesse na ponta em tudo. Mostra a diferença em relação a outros municípios, uma cidade que olha para o futuro e com gestores que correm atrás", frisou.

Pedro Kawai ressaltou que o Hospital Veterinário oferecerá atendimento gratuito, via SUS (Sistema Único de Saúde), e que "trará um retorno gigantesco à cidade". Ele enalteceu a união política de lideranças do município em torno do tema e declarou que "a Câmara estará sempre pronta para atender e ajudar no crescimento de Piracicaba".

Longatto citou as despesas que donos têm com seus animais domésticos e disse que entidades protetoras serão beneficiadas. "O cachorro, depois que se torna membro da família, é tratado com muito amor e carinho e custa caro. Esse hospital, com atendimento pelo SUS, vem numa hora oportuna."

A assinatura do decreto 18.188/2020, nesta sexta-feira, é a última etapa que o município precisava cumprir desde que se credenciou, em maio passado, para fazer parte do "Meu Pet". Por meio da Secretaria Municipal de Saúde e do Ipplap, a Prefeitura manteve, desde então, contato com órgãos estaduais para viabilizar o terreno, um dos requisitos para integrar o programa junto com a garantia do custeio do hospital.

A área de 1.742 metros quadrados está limitada pelas ruas Yolanda Pereira D'Elboux e Antonio Carlos Negrisiolo, ao lado da USF (unidade de saúde da família) do Jardim Terra Rica III. O terreno, um dos três visitados por técnicos do governo paulista, fica próximo à Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), o que pode viabilizar parceria para o estágio de alunos de medicina veterinária (a Anhembi Morumbi também cogitaria ter o curso, segundo Barjas Negri).



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: SaúdeJosé LongattoGilmar RottaPedro Kawai

Notícias relacionadas