PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

07 DE JUNHO DE 2019

Abdala comenta reintegração de apartamentos do Minha Casa, Minha Vida


Segundo vereador, 13 apartamentos serão reintegrados pela Caixa Econômica Federal nos condomínios Parque dos Ipês e Piracicaba



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Vereador leu nota da Emdhap






A publicação feita pela Emdhap (Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Piracicaba) sobre empreendimentos do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, motivou pronunciamento do vereador Marcos Abdala (REP), na 34ª reunião ordinária, nesta quinta-feira (6).

O vereador leu a nota da empresa e cumprimentou o seu atual presidente, João Manoel dos Santos. O texto cita 13 apartamentos na lista de imóveis que serão reintegrados pela Caixa Econômica Federal nos condomínios Parque dos Ipês e Piracicaba. A abertura do processo de reintegração de posse ocorre porque são considerados como invadidos, pois os moradores dos apartamentos não são aqueles que assinaram o contrato com a Caixa.

"Essa informação é muito importante para você, que se inscreveu no Minha Casa, Minha Vida, e hoje é considerado suplente. Durante todo o processo de chamamento dos sorteados, sejam titulares ou suplentes, houve muitas dúvidas e muitas acusações de que pessoas estariam vendendo antes de tomar posse das chaves, vendendo, alugando ou não indo morar lá", informou Abdala.

Ele disse acompanhar de perto a questão. Segundo o parlamentar, os apartamentos alugados ou vendidos estão na fase de rescisão contratual. Os ocupantes receberão em breve as notificações extrajudiciais para a desocupação dos imóveis e, caso exista resistência, ocorrerá a retirada pelas forças policiais.

São considerados invasores todos os ocupantes que não assinaram contrato com a Caixa, informou a Emdhap ao vereador. Além dos 13 apartamentos, outros 20 dossiês foram enviados pela empresa municipal à Caixa. Abdala explicou como é feito o levantamento para apurar as irregularidades. "Dos 13 em fase de serem reitegrados, oito estão no condomínio Piracicaba, sendo quatro alugados e quatro vendidos. Os demais estão nos Ipês: três abandonados e dois foram cedidos ou alugados", declarou.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: LegislativoMarcos Abdala

Notícias relacionadas