PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 16 DE JULHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

03 DE MAIO DE 2019

Trevisan pede informações sobre casos de dengue na cidade


Parlamentar abordou preocupação ao ocupar a tribuna da Câmara



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Vereador disse estranhar valores que serão investidos em reforma da praça






Ao ocupar a tribuna da Câmara, nesta quinta-feira (2), o vereador Laércio Trevisan Jr. (PR) destacou conteúdo de requerimento de sua autoria, apresentado na mesma noite e aprovado em caráter de urgência, sobre os casos de dengue na cidade.

Ele disse ter recebido a informação de que a cidade teve aumento de 430% no número de pessoas infectadas nos três primeiros meses do ano. Agora, quer saber como foi o resultado do quarto mês.

Para o vereador, a informação é necessária para que seja feito um comparativo para analisar se as providências foram adotadas pela prefeitura. Ele quer saber também quais são os bairros e casos.

Ainda sobre a dengue, Trevisan disse que a Oxitec, empresa que atua na soltura dos mosquitos Aedes do Bem, apenas está soltando pernilongos nos bairros Centro e Cecap. Ele disse querer saber o motivo de outros bairros terem ficado de fora da estratégia de erradicação do mosquito.

Além disso, Trevisan, que preside a Comissão de Estudos sobre o Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto), disse que estava apresentando requerimento para dar sequência às informações sobre a autarquia. Desta vez, quer saber sobre despejo de esgoto no rio Piracicaba, além de pedir o valor pago à empresa Águas do Mirante desde a vigência com o contrato com a prefeitura. Segundo o vereador, os depoimentos na comissão sobre o Semae foram marcados por contradições e confirmações.

Trevisan também citou reportagem do Jornal de Piracicaba sobre “grande reforma” na praça José Bonifácio, com investimento de R$ 95 mil. Ele reclamou do valor e disse que deve ocorrer apenas a derrubada da base da Guarda Civil, colocação de grama nos canteiros e troca do piso tátil. "Não sei se é para rir ou chorar. Engraçado que a imprensa de Piracicaba dá meia página, dá capa. É cômico, em uma cidade de R$ 1,7 bi de Orçamento. Aí faz o pontilhão que se gastou R$ 3 milhões. É muito marketing para pouco resultado, é decepcionante", declarou.

 



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: LegislativoLaércio Trevisan Jr

Notícias relacionadas