PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 27 DE MAIO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

26 DE MARÇO DE 2020

Título de Piracabanus Praeclarus será entregue a mestre Djop Barbosa


Marcos Abdala é autor do projeto de decreto legislativo 7/2020.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Guilherme Leite - MTB 21.401 Salvar imagem em alta resolução

Projeto de decreto legislativo foi aprovado na noite desta quinta-feira (26)



O vereador Marcos Abdala (REP) concederá, por meio do projeto de decreto legislativo 7/2020, o título de "Piracabanus Praeclarus" a Elcio Djop Barbosa, mais conhecido como mestre Djop Barbosa. A propositura foi aprovada em redação final, na noite desta quinta-feira (26), na 1ª reunião extraordinária de 2020.

A homenagem é concedida pela Câmara aos nascidos na cidade que se destacam na sociedade e que, de alguma forma, contribuem para as artes, as ciências e as letras ou ainda na promoção de saúde, educação, desporto e lazer. Palavra de origem latina, "praeclarus" significa "excelente", "o mais brilhante" e "ilustríssimo".

Mestre Djop Barbosa nasceu em 19 junho de 1963, em Piracicaba. Capoeirista e percussionista, iniciou-se na prática da capoeira em 1979, com mestre Cosmo, e foi nomeado mestre de capoeira em 1998 por mestre Miguel Machado.

Começou na capoeira angola, em setembro de 1981, com mestre Gato Preto; ritmos afrobrasileiros com mestre Moa do Ketendê; pandeiro com Marcus Suzano; e técnicas vocais com Jô L. Também teve breve participação no coral de Ixelle, em Bruxelas, na Bélgica.

Desenvolveu atividades de capoeira no Brasil, nas cidades de Piracicaba, Goiânia e São Paulo, e na Europa, em cidades como Bruxelas, Gent, Schoten, Verviers, Fleurus, Edegem e Paris.

Em 5 de abril de 2001, fundou a Escola de Capoeira-Be, em Bruxelas. Também é fundador do Centro Cultural Casa da Capoeira em Araguaína (TO), onde mantém um projeto social-cultural junto aos bairros Céu Azul, Tiuba, Setor Vitória, Vila Ribeiro, Setor Palmas e Itaipu.

Mestre Djop Barbosa também é conselheiro e colaborador da coleção Iuna, de tradução de livros e lançamentos de DVD de capoeira junto ao público Francofone na Europa. É também realizador do 1° Encontro Nacional de Capoeiristas Negros, que aconteceu em maio de 1996, na Universidade Católica de Goiás.

Foi organizador do 1º Encontro Turístico Cultural Bélgica-Brasil em julho de 2007. Realizou intercâmbio cultural em 2004, em parceria com a VZW Carte Blanche e a VZW Escola Capoeira-Be.

Trabalhou com a iniciação à capoeira com estagiários da Aliança Europeia em 2006. Também realizou a iniciação à capoeira junto ao Instituto de Cadeias Musculares de Bruxelas, na formação de novos alunos ao método IGDS em 2002, 2004, 2006, 2008, 2010 e 2011. Também foi organizador de diversas festa públicas de capoeira na quadra do Grêmio Cultural e Recreativo Escola de Samba Vai-Vai e também em Piracicaba.

Mestre Djop Barbosa foi homenageado pela Câmara Municipal de São Paulo pelo 19° aniversário do Grupo Cativeiro do Amazonas e pelos serviços prestados à capoeira em Manaus (AM). Também foi homenageado pela Câmara de Vereadores de Piracicaba pelos serviços prestados junto às comunidades afrobrasileiras.

Mestre Djop Barbosa é membro ativo da cadeia criativa de movimentação financeira entre grupos de capoeira na Europa e no Brasil.



Texto:  Ana Caroline Lopes
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Ricardo Vasques - MTB 49.918


Legislativo Marcos Abdala

Notícias relacionadas