PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 25 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

10 DE MAIO DE 2019

Projeto Tetear Tech beneficiará cerca de 300 alunos do município


Novidade foi repercutida pelo vereador Isac Souza durante a 26ª reunião ordinária



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

O parlamentar enalteceu a iniciativa privada por proporcionar aos estudantes do município uma perspectiva diferente em relação ao futuro.






O projeto Tetear Tech vai oferecer oficinas de teatro, hip hop, robótica e aprendizagem criativa às escolas estaduais da cidade. A iniciativa visa desenvolver habilidades e competências conectadas com a realidade dos jovens. Desenvolvido desde 2011 pela Parambolé Educação e Cultura, em parceria com a Caterpillar, as atividades chegam neste ano a Piracicaba com uma nova vertente tecnológica.

As oficinas contemplarão cerca de 300 estudantes de quatro instituições: nas escolas Profº. Adolpho Carvalho, no Cecap I; Profº. Francisco Mariano da Costa, no Novo Horizonte; e Profº. Hélio Penteado de Castro, no Parque Piracicaba; e no campus Piracicaba do IFSP (Instituto Federal de São Paulo), localizado no bairro Santa Rosa.

A novidade foi repercutida pelo vereador Isac Souza (PTB) na tribuna da Câmara durante a 26ª reunião ordinária, nesta quinta-feira (9). O parlamentar enalteceu a iniciativa privada por proporcionar aos estudantes do Município uma perspectiva diferente em relação ao futuro.

“Sabemos das dificuldades que temos em nosso país em relação à educação. Esse tipo de ação, que extrapola os limites do poder público, traz aos adolescentes novas perspectivas na construção de um futuro melhor e auxilia no desenvolvimento familiar, pessoal e profissional de cada um deles”, elogiou Isac.

Ele acrescenta que as empresas, além de possuírem melhores condições financeiras, têm conhecimento e capital de tecnologia que podem ser compartilhadas com alunos da rede municipal e estadual de ensino da cidade. “Faço um apelo para que as empresas se aproximem cada vez mais dos alunos e que possam ajudar a nossa comunidade a adquirir o conhecimento que a escola não consegue oferecer”, enfatizou.

Isac recorda que em uma das etapas do projeto Ciência na Escola, desenvolvido há dois anos em parceria com a Diretoria Regional de Ensino e APTA (Agência Paulista de Tecnologia e Agronegócio), um dos alunos contemplados disse ao vereador que ficou impactado com a ação dos pesquisadores e que, no futuro, gostaria de ser como eles.

“Já é do nosso conhecimento que esse aluno, o Vinicius, já está ingressando na área da agronomia e ciências agrárias. Esse projeto o ajudou a tomar essa decisão. Durante muito tempo, o ingresso de uma série de alunos em cursos como o de administração não foi por uma vocação propriamente dita, mas por falta de discernimento vocacional”, argumentou.  

Para o parlamentar, as relações dos jovens, sejam interpessoais, de mobilidade, comerciais ou de entretenimento, são fortemente influenciadas pelas tecnologias. “Por isso, ações tecnológicas como essas são cada vez mais necessárias e precisam alcançar os alunos antes do ensino superior. Se bem tutorado e bem observado pelos educadores, de uma maneira equilibrada e sem romper com as relações humanas, as tecnologias podem contribuir efetivamente no desenvolvimento dos nossos adolescentes”, afirmou.



Texto:  Raquel Soares
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoIsac Souza

Notícias relacionadas